Menu Lateral Menu Lateral
iBahia > interior da bahia
CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Assédio

Pastor e professor é preso por aliciar seis alunas na Bahia

Caso aconteceu no município de Manoel Vitorino, no sudoeste da Bahia; acusado já foi secretário municipal de educação

Santiago Neto • 09/07/2024 às 13:12 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

Um pastor e professor de 54 anos é acusado de aliciar seis alunas no município de Manoel Vitorino, cidade do sudoeste baiano. A investigação começou em agosto de 2023, após uma das vítimas denunciar que ele apalpou as suas nádegas na escola, tendo a mãe registrado um boletim de ocorrência após o ocorrido. A ordem de prisão aconteceu nesta terça-feira (9), em uma operação da Polícia Civil (PC).


				
					Pastor e professor é preso por aliciar seis alunas na Bahia
Pastor e professor é preso por aliciar seis alunas na Bahia. Reprodução: Polícia Civil

O acusado é conhecido por ter sido secretário municipal de educação, além de ser pastor em uma igreja local. Outras alunas confirmaram ter sido importunadas, mas relataram dificuldade em denunciar devido à posição influente que ele tinha na comunidade.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Leia mais:

Lecionando há 25 anos e com histórico político, o assediador usava sua autoridade para intimidar as vítimas. O inquérito foi concluído e, com o apoio do Ministério Público e do Poder Judiciário, foi decretada a prisão preventiva do acusado, cumprida pela DT de Manoel Vitorino e pelo CATTI-Central. Ele agora responde como réu no processo.

Líder religioso é preso por assédio sexual de sete mulheres em Jequié


				
					Pastor e professor é preso por aliciar seis alunas na Bahia
7 vítimas acusaram o líder religioso de assédio sexual, em Jequié. SECOM | PREFEITURA DE JEQUIÉ

Um mandado de prisão preventiva contra um líder religioso foi cumprido no último dia 3, na cidade de Jequié, tabém no sudoeste da Bahia. Segundo informações da Polícia Civil (PC), o homem está sendo investigado por cometer assédio sexual contra sete mulheres.

Cinco delas denunciaram o religioso em dezembro do ano passado. As investigações começaram no mesmo mês e no decorrer da apuração, outras duas fiéis indicaram o homem, que vai passar por exames de lesão corporal e ficará à disposição do Poder Judiciário.

Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM INTERIOR DA BAHIA :

Ver mais em Interior da Bahia