Entrevista

Ricardo Ishmael aborda o combate ao bullying em novo livro infantojuvenil: ‘É importante usar essa voz e visibilidade’

Jornalista lança "Deu a Louca na Bicharada" na livraria LDM do Shopping Bela Vista, no dia 7 de agosto

Lucas Mascarenhas
29/07/2022 às 7h00

4 min de leitura
Ricardo Ishmael
Foto: Reprodução/Instagram

O jornalista Ricardo Ishmael provavelmente é uma das primeiras pessoas a lhe dar um saudoso “bom dia” de segunda a sexta no “Jornal da Manhã”, da TV Bahia.

Porém, o apresentador possui um outro lado cada vez mais explorado nos últimos anos, o de escritor. “Deu a Louca na Bicharada” é seu terceiro livro infantojuvenil e primeira fábula escrita que será lançado no dia 7 de agosto, na Livraria LDM do Shopping Bela Vista, a partir das 16h.

Em entrevista ao iBahia, Ricardo Ishmael falou sobre a inspiração para escrever contos infantis, a história do novo livro e as temáticas.

“Existem algumas questões que passam primeiramente pelo fato de eu não ter tido acesso a livros infantis da minha infância, né? Na minha vida em Serrinha enquanto criança. Isso acho que produziu em mim um desejo de acessar esses livros que se manifesta muito fortemente agora, na vida adulta”, iniciou.

“Então eu acho que um pouco desse meu desejo de poder me presentear também com livros infantojuvenis. Eu acredito que os personagens sobre os quais eu escrevo e as histórias que eu crio também são formas de me presentear”, completou.

Deixando o paletó de lado

Para criar e escrever novas histórias é necessário deixar a mente viajar em universos que são grandes conhecidos das crianças, mas terras pouco habitadas por adultos.

Com Ricardo não foi diferente nesse sentido, o jornalista precisou se distanciar um pouco da figura de paletó que apresenta notícias boas ou ruins para conseguir criar a fábula contida em sua terceira obra.

Foto: Divulgação

“É um exercício difícil, mas eu venho tentando fazê-lo. Então é complicado porque eu sou jornalista, né? Há mais de vinte anos é o meu ofício, é a minha profissão”, disse.

“Na escrita eu tento me despir desse ser formal que sou enquanto jornalista, né? Desse observador da vida a partir do ponto de vista objetivo pra escrever, fluir, produzir coisas do campo da subjetividade, né? Da fantasia, da fábula como eu o caso agora do meu terceiro livro”, explicou.

Debates necessários

Em “Deu a Louca na Bicharada”, o combate ao bullying é um dos protagonistas da história, Juntamente com outras narrativas, ao ser apontado para o pequeno Dudu que ficar em silêncio nem sempre é uma escapatória para o problema.

Sobre a importância de tratar temáticas necessárias nos livros, Ricardo explica: “Eu acho que é fundamental, é necessário e tenho dito isso, eu não posso fugir desse meu papel também”.

“Embora não seja atravessado por essas temáticas, eu sou tocado por elas porque eu sou um sujeito de um tempo histórico e eu vivo nesse momento e não posso voltar as costas pras suas questões, é como no próprio exercício da notícia, né? Contando as histórias. Isso tudo me impacta de uma forma muito grande”, contou.

“Só em levar a notícia já me traz uma questão. O que é que eu posso fazer? Que contribuição eu tenho a dar? Então eu acho que é importante usar essa voz, essa visibilidade, essa posição de que tenho esses vinte e tantos anos de profissão para sim chamar o olhar pra essas questões através da literatura”, disse por fim.

O novo livro de Ricardo Ishmael ainda conta com ilustrações de Tiago Cerca, com a técnica de pintura digital com texturas coloridas, além de textos da contracapa assinado por Tia Má (Maíra Azevedo), César Mello e Sulivã Bispo.

Serviço
O que: Lançamento do livro Deu a Louca na Bicharada, de Ricardo Ishmael
Quando: domingo, 7 de agosto
Horário: às 16h
Onde: Livraria LDM do Shopping Bela Vista – Piso L2 Asa Sul

Leia mais sobre Literatura em iBahia.com e siga o Portal no Google Notícias