Azeite de Oliva: a melhor escolha para o cabelo


efit
É Fit! Estilo de vida Para cabelos ressecados e quebradiços o azeite de oliva extra virgem é o mais eficiente pois são ricos em ácidos graxos. Mas não é só. Ele contém propriedades que previnem o enfraquecimento e a queda dos fios. Então vamos a explicação. Muitas pessoas perdem cabelo por problemas de pele, nesse caso no couro cabeludo. Isso pode ocorrer por conta da presença do hormônio chamado DHT (primo da testosterona) que diminui os folículos pilosos. “Por isso muitos homens ficam carecas precocemente , já que eles produzem naturalmente o DHT. Aplicar o azeite extra virgem no couro cabeludo pode ajudar a diminuir a produção desse hormônio e pode ser de grande ajuda no combate a calvíce”, explica a dermatologista Helena Velmont Braga.

Mas os benefícios desse azeite não param por aí. Muitas mulheres, além das mulheres também terem o DHT, quase que 90% delas também usam produtos químicos nos cabelos e naturalmente alguns danos são inevitáveis e o extra virgem por conta dos seu poder antioxidante, ou seja, previne o envelhecimento da pele, pode contribuir para resolver também esse problema. Como efeito imediato, após a aplicação, o cabelo terá um aspecto macio e brilhante.

Elimine a caspa – “O azeite tem propriedades antibactericídas e antifúgicas, então se tem problemas com caspas e até piolhos (em geral crianças) aplicar máscaras e condicionar os cabelos com o óleo pode ser uma boa opção de prevenção e tratamento”, explica Braga. E sabemos que a caspa pode causar a queda de cabelos, ou seja, resolve vários problemas com uma única ação.

Um outra dica é massagear o couro cabeludo com o azeite puro antes da lavagem pois ajudará a remover resíduos estranhos da pele (poeiras por exemplo) e limpará profundamente o couro. “Com o cabelo profundamente limpo, os fios ficarão mais resistentes e se renovará com mais facilidade, além do mais a massagem ativará a circulação sanguínea e promoverá o crescimento do cabelo de forma mais acelerada, pois estimulará o bulbo capilar”, conclui.

Se os problemas persistirem procure imediatamente um médico para auxilia-los, ok?! E use o azeite no máximo duas vezes por semana no couro e sempre lave para retirar o excesso.