Mundo

Idoso mata esposa porque não podia pagar por tratamento de doença

Após o crime, ele ligou para os filhos e para a polícia e contou que tinha cometido o crime

Redação iBahia
18/05/2016 às 17h35

2 min de leitura
O aposentado William Hager, 86 anos, confessou ter matado a própria esposa, Carolyn Hager, que sentia muitas dores em todo o corpo, porque não tinha dinheiro para pagar o tratamento dela. De acordo com a rede ‘NBC News’, o crime aconteceu no domingo (15), na cidade de Port St. Lucie, no estado da Flórida, nos Estados Unidos.William matou a esposa com disparos de arma de fogo e, em seguida, ligou para os filhos para contar o que havia feito. Depois, ele ligou para a polícia. “Eu quero me desculpar por não ter ligado mais cedo, mas eu queria contar primeiro aos meus filhos o que houve”, disse ao telefone.

(Foto: Divulgação/Polícia de St. Lucie)

De acordo com William, a esposa, que também era idosa, sofria de artrose e outras doenças há cerca de 15 anos e, nos últimos meses, apresentou uma piora no quadro, precisando ficar acamada. Ele, então, procurou um emprego para custear o valor do tratamento, mas a situação financeira piorou e ele não conseguia mais pagar pelos remédios. Foi quando decidiu matá-la.”Você ouve muitas dessas histórias em que a pessoa tem que decidir entre pagar uma conta ou comprar um remédio para sobreviver. É difícil compreender algo assim numa comunidade como a nossa onde as pessoas são tão doces”, disse Andrew Passeri, chefe da polícia local. William está preso e é acusado de homicídio. Ele ainda não recebeu a visita dos filhos.

Correio24horas