Adele ganha processo contra paparazzi que fotografou seu filho


A cantora Adele ganhou uma causa contra o paparazzi que fotografou seu filho, durante um momento privado da família. De acordo com a BBC, o negócio feito com a agência de fotografia Corbis Images UK Limited, responsável pelo registro, aconteceu na Justiça mediante a definição de uma indenização milionária – especula-se que o acordo tenha mais de cinco dígitos.

O problema entre Adele e o paparazzi começou quando o fotógrafo tentou registrar o bebê fazendo o primeiro passeio no parque com a família. O fato teria, de acordo com Adele, arruinado um “momento marcante”. A defesa da cantora alegou que apesar de Adele ter uma vida pública, o bebê deveria ter sua privacidade assegurada. O argumento foi acatado pela Justiça do Reino Unido, onde as leis de privacidade são rigorosas. Além de perder a causa, a agência se comprometeu a não comercializar mais nenhuma das foto de arquivo em que Adele apareça em momentos com a família.