Anitta entrega pergunta que fez após cirurgia de endometriose: ‘Pepeca tá feia?’


Foto: Reprodução / Youtube

Durante entrevista ao podcast “Poddelas”, no Youtube, nesta segunda-feira (8), Anitta revelou que logo após realizar a sua cirurgia de endometriose perguntou a doutora como ficou o visual do seu órgão genital.

“Já acabamos a cirurgia, né, Larissa?”, disse a médica. “Minha pepeca tá feia?”, questionou a doutora. “Tá ótimo”, garantiu a médica. “Porque minha pepeca é bonita. Geral que me vê pelada me pergunta onde foi a plástica que eu fiz na pepeca e eu nunca fiz, foi Deus”, disse ela. “Tá tudo certo”, completou a médica.

A cantora ainda ressaltou que fala um “monte de besteira” enquanto está anestesiada e que já chegou a solicitar gravações dela durante procedimentos cirúrgicos.

“Eu sou maluca fazendo operação. Tem uns vídeos que eu pedi para a minha médica fazer de mim. Posso mostrar isso? São vídeos que eu estou anestesiada na mesa de cirurgia. Pedi pra minha médica me filmar porque quando opero, eu falo um monte de besteira”, começou ela.

“Depois eles me contam tudo que eu falei, e eu fico com ódio que ninguém filmou pra eu ver. Falei: “doutora, quando eu começar a falar lá no meio da anestesia, me filma, hein”… Primeiro, eu contei uma história péssima do meu pai. Desculpe, pai, ele vai me matar”, completou ela.

Ela também comentou com as apresentadoras Boo Unzueta e Tata Estaniecki que planeja se aposentar com 35 ou 40 anos de idade. Atualmente Anitta tem 29 anos.

“Não tô pensando nada para agora, mas meus fãs sempre souberam isso. Um dia da minha vida acontece tanta coisa que parece que foi uma semana. Não quero quando eu tiver com 40, 35 o povo me comparando com pessoas que acabaram de chegar e estão com fôlego, super na ambição de conquistar coisas que nunca conquistou. É questão de saúde”, disse ela.

Veja a entrevista completa de Anitta no vídeo abaixo:

A descoberta de Anitta

No começo de julho, Anitta chegou a falar sobre o assunto pelo Twitter. Ela acreditava sofrer de um quadro de cistite recorrente, uma infecção que acomete a uretra provocada por uma bactéria, depois de nove anos com fortes dores após as relações sexuais. Entretanto, depois de fazer uma ressonância, foi constatado uma endometriose e ela precisaria passar por um procedimento cirúrgico.

“Ela (médica) fez meu milionésimo exame e pela milionésima vez… NÃO TEM BACTÉRIA. Nunca teve em nenhum dos exames. A doutora (enviada pelo meu anjo da guarda só pode), fez na mesma hora uma ressonância em mim e estava la. ENDOMETRIOSE. No dia seguinte ela me levou em um especialista em endometriose”, escreveu a cantora na rede social.

E alertou: “Pesquisem, galera. A endometriose é muito comum entre as mulheres. Tem vários efeitos colaterais, em cada corpo de um jeito. Podem se estender até a bexiga e causar dores terríveis ao urinar. Existem vários tratamentos. O meu terá que ser cirurgia”.

A cirurgia

Endometriose é uma condição inflamatória crônica originada pelo crescimento anormal de células do endométrio fora do útero, podendo causar sangramentos, cólica menstrual, dor intensa e infertilidade, entre outras complicações. Em alguns casos, a intervenção cirúrgica é indicada.

O procedimento, minimamente invasivo, que Anitta fez consiste em fazer pequenos buraquinhos no abdômen para inserir instrumentos que permitem retirar ou queimar o tecido endometrial que se encontra danificando outros órgãos como ovários, região exterior do útero, bexiga ou intestinos.

Os benefícios desse tipo de cirurgia são muitos, mas os principais consistem em um menor trauma cirúrgico, menos sangramento intraoperatório, menor dor pós-operatório, recuperação pós-cirúrgica mais rápida e retorno mais cedo às atividades habituais e ao trabalho.

Ela reduz a taxa de infecções e a ocorrência de aderências pós-operatórias e também pode ser utilizada em outros tipos de cirurgias, como em operações nas articulações (artroscopias), por exemplo, principalmente em cirurgias no joelho. Além dessas, praticamente todas a cirurgias ginecológicas (cistos de ovário, dilatação das trompas, torção de ovário, gravidez ectópica) e urológicas podem ser realizadas por laparoscopia.

Leia mais sobre Celebridades em iBahia.com e siga o Portal no Google Notícias