Lore Improta fala sobre suspeita de 2ª gravidez: ‘Muita fome, sono e dor nos peitos’


Foto: Reprodução/ Instagram

O corpo dá sinais quando algo está diferente, e para Lore Improta, o sinal que vem sendo dado pelo corpo dela é um tanto quanto suspeito e familiar. Nas redes sociais, a dançarina falou sobre o apetite exacerbado que vem tendo nos últimos dias e relacionou isso a um dos primeiros sinais da gravidez de Liz em 2021.

“Estou aqui no jantar, macarrão com molho de tomate, franguinho, batata, farofa e catchup. Dieta perfeitona antes de dormir. Só carbo. Eu tô com uma fome ultimamente, que sério, se eu não tivesse o implanon eu ia achar que eu tava grávida. Porque eu tô com muita fome, muito sono, dor nos peitos, mas eu acho que é só minha TPM que está chegando mesmo. E com vontade de comer doce”, contou.

Na época da gravidez de Liz, a artista chegou a relatar em um vídeo no YouTube tudo que aconteceu com ela nos primeiros meses de gestação. Entre os sintomas estavam sono, muita fome e enjoos, além de mudanças no corpo como inchaço nos seios e espinhas.

Ter mais um filho é desejo tanto de Lore quanto de Léo. O Gigante, por exemplo, sonha com um menino e diz já ter um nome em mente para o herdeiro, Lorenzo. Já Lore pontua que o próximo bebê vai chegar com calma e planejamento.

“Por ele, eu tinha engravidado um mês depois do nascimento da Liz. Eu que falei: ‘tenha calma’. Mas a gente pretende, sim, ter mais um ou dois filhos”, disse em uma entrevista para o jornal ‘Extra’ em junho.

Método contraceptivo escolhido por Lore

No vídeo, a dançarina fala sobre o método escolhido para prevenir a gravidez. A artista fez aplicação de um chip anticoncepcional, o Implanon.

O produto, o único aprovado no Brasil que é reconhecido pela Anvisa, tem o formato de um bastão, com 4 centímetros de comprimento e milimetros de diâmetro, e contém etonogestrel, um hormônio liberado para inibir a ovulação e alterar o muvo cervical, o que impede a passagem dos espermatozoides.

A eficácia do método, que deve ser utilizado por cerca de 3 anos e renovado, ultrapassa os 99%. De acordo com especialistas, entre os efeitos colaterais do implante estão a acne para quem tem pele oleosa, e o escape mesntrual.

O método é contraindicado para quem tem presença ou histórico de doenças hepáticas graves, presença ou suspeita de sensibilidade a esteroide sexual, sangramento vaginal não diagnosticado e
hipersensibilidade ao etonogestrel.

Leia mais sobre Nem Te Conto no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias.