Polêmica

Luva de Pedreiro diz que empresário o tratava como ‘prisioneiro’ e que o mandou mentir para Neymar

Allan é acusado de ficar com boa parte do lucro do trabalho do baiano

Redação iBahia
18/07/2022 às 9h03

4 min de leitura
Foto: Reprodução / TV Globo

A polêmica envolvendo Iran Ferreira, o Luva de Pedreiro, e o ex-empresário Allan Jesus ganhou novos capítulos na noite de domingo (17), após a exibição de uma matéria do Fantástico, da TV Globo, em que o influenciador afirmou que o agente o tratava como prisioneiro.

Allan é acusado de ficar com boa parte do lucro do trabalho do baiano. Ao Fanátisco, Iran e a família detalharam a forma como o empresário tratava o assessorado, além de denunciar a falta de repasse de dinheiro a familia.

“Me tratava como um prisioneiro”, disse o influenciador. Segundo Luva de Pedreito, Allan tentou afastá-lo da família, afirmando que “família atrapalha”.

A irmã de Iran afirma que os pais são analfabetos e que o próprio Luva “não sabe ler e escrever muito bem”. Esse fato teria facilitado uma assinatura de um ocntrato desvantajoso para o influenciador. A família não teve o auxílio de nenhum advogado no momento da assinatura.

Segundo a matéria do Fanástico, existe no contrato uma cláusula que estipula multa de mais de R$ 5 milhões em caso de rescisão por parte de Luva. No entanto, o empresário poderia deiar a parceria sem nenhum custo financeiro.

Allan Jesus foi ouvido pela reportagem e negou todas as alegações. Ele afirmou que tinha uma boa relação com o baiano e os pais.

O ex-empresário mostrou à repórter um áudio que ele teria enviado a Iran antes da assinatura do contrato. “A gente vai estar ajudando vocês em tudo. Eu vou colocar internet na casa de vocês, cuidar de tudo, tudo que a gente ganhar de dinheiro vai ser repassado metade de tudo para vocês, a gente vai prestar contas, vai dizer para vocês quanto entrou, quanto saiu”, disse.

Mentira para Neymar
Em outro trecho da reportagem da Globo, Iran afirma que o empresário pediu para que Iran mentisse para Neymar sobre uma placa do Youtube. Isso porque, após encontrar com Luva, o jogador teria questionado sobre o fato da placa do canal de vídeos dele conter o nome da empresa de Allan e não apenas o nome do influneciador.

O YouTube envia placas comemorativas a canais que atingem determinado número de inscritos.

“(Allan) foi me dizer para que ligasse para o Neymar. Mandar um áudio para dizer que tinha outra placa (do Youtube). Para mentir para Neymar. Ele mandou eu mandar (o áudio). Ele dizia que ia acabar tudo”, contou.

Segundo Allan, ele pediu que Luva falasse com Neymar sobre a possibilidade de envio de outras placas. No entanto, segundo a Globo, o pedido foi negado pelo YouTube, teria dito que a empresa fornece somente uma placa.

Polêmicas envolvendo ex-agente
Na quarta-feira (22), o colunista Léo Dias revelou que Iran não teve acesso ao dinheiro que ganhou após estourar na internet. De acordo com o colunista, ele só tinha acesso a duas contas e nelas só houve o giro de R$ 7.500 em 2022. Esses valores teriam sido informados ao colunista pelos novos empresários do influenciador.

Luva de Pedreiro ex-empresário
Foto: Reprodução/Redes Sociais

O empresário Allan de Jesus, que gerencia a carreira do influenciador, emitiu uma nota nas redes sociais após polêmicas envolvendo os valores recebidos pelo jovem e rumores de um rompimento de contrato.

Allan Jesus afirmou que que recebeu as notícias através da imprensa e que tem contrato com Luva de Pedreiro até 2026.

“Se alguma das partes desejar efetivamente rescindir o contrato vigente, além de respeitar a forma acordada para tanto, deverá comunicar a outra oficialmente de sua decisão”, disse o empresário.

Iran Ferreira, de 20 anos, viralizou na web no início do ano com seu bordão “receba” em vídeos compartilhados nas redes sociais.

Luva conquistou a graça de jogadores e times nacionais, como o Vasco e Neymar, e craques internacionais como Cristiano Ronaldo.

O baiano, natural de Quijingue, a 322 km de Salvador, alcançou grandes números na web, entre eles 14 milhões de seguidores no Instagram e 17 milhões no TikTok. O sucesso levou Luva a final da Champions League, no Stade de France, em Paris.

Leia mais sobre Nem Te Conto no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias