Manoel Soares revela viveu em situação de rua: ‘Era segurança de travesti’


Manoel Soares
Foto: Reprodução/Instagram

O apresentador do “Encontro”, Manoel Soares, fez revelações sobre o passado em entrevista ao podcast “PodPah” no domingo (14).

O soteropolitano revelou que foi morador de rua em Porto Alegre após mudança da capital baiana para o Rio Grande do Sul.

“Por volta de 1999, o emprego que a gente recebeu caiu, a gente ficou sem nada. Meu irmão, que tinha ido junto comigo, voltou e eu virei morador de rua. Tinha 19 para 20 anos”, iniciou.

“Na zona norte [de Porto Alegre] tinha um viaduto e comecei a dormir ali. Deitava ali umas 11 horas da noite, 5 horas da manhã os caminhões já começavam a roncar, você já levantava e dava uma ajeitada. Fiquei uns quatro meses nessa pele”, continuou.

Ao relembrar dos momentos como morador de rua, o apresentador revelou que atuou como uma espécie de segurança de travestis.

“Na noite, você acaba descobrindo formas de se sustentar. Tinha uns travestis na rua da frente que ninguém cuidava ‘deles’. Os homofóbicos iam lá, tacavam pedra ‘neles’ e tal. ‘Eles’ me chamaram para, se alguém fizesse alguma coisa com ‘eles’, era para eu correr atrás dos caras”, disse se referindo erroneamente às travestis.

“Eu era segurança de travesti na noite. A gente está falando de um cara de 20 e poucos anos, negão, grandão, sem nenhuma malícia na vida”, finalizou.

Veja a entrevista:

Leia mais sobre Celebridades no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias