Casal

‘Queria que ela fosse homem’, diz Maitê Proença sobre Adriana Calcanhotto

'Sei que as feministas e os LGBTs não vão gostar do que acabei de dizer', afirmou atriz

Redação iBahia
26/06/2022 às 15h53

2 min de leitura
Foto: Reprodução / Redes Sociais

A atriz Maitê Proença afirmou em entrevista à revista JP que sempre preferiu homens para se relacionar. A afirmação foi dada quando a atriz falava sobre o relacionamento de quase um ano com Adriana Calcanhotto.

“Eu queria que ela (Adriana) fosse homem. Para essa atividade sempre gostei mais de homem. Mas ela é mulher, gosto dela e aceito isso. Sei que as feministas e os LGBTs não vão gostar do que acabei de dizer, mas, honestamente, é assim, entendeu? Posso experimentar algo diferente para estar com ela”, disse a artista.

Na mesma entrevista, Maitê Proença também comentou sua defesa da atriz Regina Duarte, que foi criticada quando aceitou ser secretária de Cultura do governo Jair Bolsonaro.

A atriz ressaltou que as duas pensam de maneira diferente, mas que Regina “não é uma pessoa perversa”.

“Fui muito criticada por defender a Regina. Continuo sem entendê-la porque esse governo se mostrou tão equivocado, tão contrário à nossa classe… Mas não vou patrulhar uma colega que convivi por 30 anos e sei que não é uma pessoa perversa. Achei horrível fazerem isso, sabe? O pensamento da Regina sempre foi diferente do meu mas ela está intitulada a pensar o que bem entender”, afirmou.

Leia mais sobre Celebridades em iBahia.com e siga o portal no Google Notícias