Viva o amor!

Veja as histórias de artistas que venceram o preconceito e se assumiram LGBTQIAPN+

Nomes como Fernanda Souza, Marco Pigossi e o jogador de futebol Richarlysson estão na lista

Lucas Sales
28/06/2022 às 6h30

9 min de leitura
Foto: Reprodução / Redes sociais

O Brasil é um dos países mais homofóbicos do mundo. Segundo um levantamento feito pelo LinkedIn, rede social voltada aos negócios e empregos, quatro em cada dez pessoas LGBTQIAPN+ relatam ter sofrido discriminação no ambiente de trabalho. Com a classe artística de músicos, atores e afins não é diferente.

Numa sociedade LGBTQIANfóbica, é preciso ter coragem para quebrar as barreiras do preconceito. Artistas vem declarando sua sexualidade e suas paixões seja em programas de TV ou nas redes sociais com mais frequência nos últimos tempos. O iBahia relembra alguns dos famosos que disseram “sim” ao amor e deram um tapa no preconceito. Veja abaixo:

Fernanda Souza

Foi com um clique apaixonado no Instagram, em que aparece olhando para a namorada Eduarda Porto, que a atriz Fernanda Souza anunciou aos seguidores que estava namorando. Com uma legenda intimista e cheia de significado, a ex-esposa de Thiaguinho escreveu sobre a verdadeira pessoa que ela é.

“Se conhecer e acolher cada descoberta sobre si é um processo enriquecedor e transformador. É ser quem se é. É viver o que se quer. Amor é amor”, escreveu a atriz nas redes sociais.

Maitê Proença

No início de 2022, a atriz Maitê Proênça revelou que é sim bisexual. Ela namora a cantora Adriana Calcanhoto. “Precisei fazer muitas experiências para chegar a um lugar mais livre e relaxado. Depois de uma determinada fase da vida, você tem de ficar com pessoas com quem consiga conversar, para não ter de traduzir para o outro tudo o que percebe do mundo”, afirmou ela em entrevista ao portal Observatório G.

Foto: Reprodução / Redes sociais

Maria Casadevall

No ano passado a atriz Maria Casadevall expôs que está em um relacionamento sério com outra mulher e destacou que assumir a relação publicamente é um ato político.

“Eu me relaciono há um ano e meio com uma mulher muito maravilhosa. Ela é baiana e percussionista. Já tinha vivido algumas experiências com mulheres, mas não relacionamentos longos”, disse Casadevall, que preferiu não revelar ainda o nome da namorada.

Vitão

Em entrevista à revista GQ, o cantor Vitão, de 22 anos, revelou que anda repensando sua sexualidade e como desconstruir a imagem do masculino. Ele contou que questionar sua heterossexualidade está sendo “libertador” para o momento de transição que vive.

“Não sei exatamente onde me encaixo. Até então sempre me vi como um homem hétero, sempre gostei de mulheres, mas cada vez mais entendo que talvez sexo seja mais do que apenas isso”, entregou o cantor.

Richarlysson

O ex-atleta, Richarlyson, revelou pela primeira vez sua bissexualidade no último final de semana. “A vida inteira me perguntaram se sou gay. Eu já me relacionei com homem e já me relacionei com mulher também. Só que aí eu falo hoje aqui e daqui a pouco estará estampada a notícia: ‘Richarlyson é bissexual’. E o meme já vem pronto. Dirão: ‘Nossa, mas jura? Eu nem imaginava’. Cara, eu sou normal, eu tenho vontades e desejos. Já namorei homem, já namorei mulher, mas e aí? Vai fazer o quê? Nada”, disse o comentarista da TV Globo em entrevista ao podcast ‘Nos Armários dos Vestiários’. Richarlyson foi jogador do São Paulo, Vitória, Chapecoense, entre outros clubes.

Marco Pigossi

Atualmente morando em Los Angeles, nos Estados Unidos, o ex-galã global, Marco Pigossi, assumiu ser gay no dia de ação de graças e com uma foto onde aparece de mãos dadas com o namorado Marco Calvani ele escreveu: “Chocando um total de zero pessoas”.

Foto: Reprodução / Instagram

Ludmilla

Casada com Bruna desde o dia 16 de dezembro de 2019, a funkeira assumiu seu relacionamento publicamente no mesmo ano. “Estou namorando com minha bailarina e melhor amiga Brunna Gonçalves. E a música Espelho, que está no meu novo DVD, foi dedicada a ela”, disse Lud na época ao jornalista Leo Dias.

Em entrevista ao hotel Mazzafera, as duas, que são muito amigas, entregaram que o affair entre elas começou em uma festa: “Cheguei nela brincando. Ela que se jogou. Perguntei: ‘que horas eu vou dar um beijo na tua boca? E ela: ‘aonde? Aqui não dá’. Daí falei que era brincadeira”, disse Ludmilla.

“Mas se eu falasse ‘vamo’, ela ia”, rebateu Brunna. A dançarina ainda explicou que embora não tenham ficado nesse dia, o romance se desenrolou uns 15 dias depois.

Carmo Dalla Vecchia

No ar na novela das sete, ‘Cara e Coragem’, Carmo Dalla Vecchia revelou durante sua participação na “Super Dança dos Famosos” da TV Globo que é casado com o autor de novelas João Emanuel Carneiro, ele que foi responsável por sucessos como “A Favorita” (2008) e “Avenida Brasil” (2012). Os dois são pais do pequeno Pedro Rafael Carneiro Dalla Vecchia de 3 anos.

“Gostaria de fazer uma homenagem muito grande à minha família, mandar um beijo muito grande e declarar o meu amor ao meu filho Pedro e ao meu marido João. Eu acho muito importante esse posicionamento para que outras possam ver isso e se sentir iguais”, disse ele no palco da atração dominical.

Nanda Costa

Nanda Costa assumiu seu romance com Lan Lanh no Dia dos Namorados em 2018. A relação não era segredo para a família nem amigos da atriz. Esse também não é o primeiro relacionamento homossexual de Nanda que esteve no ar até o início do ano passado em ‘Amor de Mãe’. As duas são mães das gêmeas Kim e Tiê de oito meses.

Lucy Alves

A cantora e atriz Lucy Alves comentou publicamente sobre sua bissexualidade em uma entrevista à revista Quem. No bate papo ela revelou gostar de “pessoas”. “Sou bissexual, e posso te falar que gosto de pessoas e me apaixono facilmente por pessoas que têm uma alma bonita”, disse ela.

Claudia Rodrigues

Recentemente, a atriz Claudia Rodrigues surpreendeu os fãs ao publicar no Instagram um romance com a ex-empresária Adriane Bonatto e a pediu em casamento.

“Eu só quero ser feliz e vi que isso só é possível com o homem da minha vida! E eu descobri que o homem da minha vida é uma mulher! E essa mulher é a Adriane Bonato, uma pessoa incrível que me devolveu a vida e a vontade de viver e continuar lutando”, escreveu na legenda.

Fafy Siqueira

A atriz, de 67 anos, vive um relacionamento com a também atriz e cantora Fernanda Lorenzoni, de 32 anos. As duas, aliás, se conheceram num trabalho em que atuaram juntas, o musical “Forever Young”, montado em 2016. Ela escondeu a esposa durante 4 anos.

“A Fernanda é a minha esposa há seis anos. É legal porque eu nunca saí do armário. Sempre fui dentro do armário pra caramba. Há dois anos me perguntaram se eu tinha caído, me machucado, e quem estava comigo. Eu cheguei na sala e disse: ‘Tô de saco cheio de mentir’ e falei a verdade: ‘Com a minha esposa‘”, relembrou a humorista, que fraturou três costelas em um acidente doméstico em 2020.

Letícia Lima

Letícia Lima não consegue se definir muito bem, mas acredita que sempre teve uma postura “muito livre”. “Pra mim, as pessoas não tem gênero. Acho que não tenho nem nomenclatura para o que sou. Sou o que tiver sendo na hora”, disse Letícia, durante uma de suas participações no Altas Horas.

Nova sigla e o que cada uma significa

Atualmente a sigla utilizada para se referir à comunidade é LGBTQIA+. O símbolo + é para representar qualquer outra pessoa que não esteja presente nas iniciais. Veja a descrição abaixo:

Lésbica: mulheres que sentem atração sexual ou sentimental por outras mulheres.

Gay: homens que sentem atração sexual ou sentimental por outros homens. O termo também pode ser utilizado para mulheres homossexuais.

Bissexual: pessoas que sentem atração (afetiva ou sexual) por ambos os sexos.

Transsexual ou Travesti: pessoas que se identificam com um sexo diferente do seu nascimento. Por exemplo: uma pessoa que nasceu com o sexo biológico feminino, mas se identifica como homem, é um homem transgênero.

Queer ( ou Não-binário): pessoas que se identificam com um gênero próprio seu, independentemente da sua genitália. Ou seja, a pessoa não se define nem como homem, nem como mulher, mas transita entre eles.

Intersex: indivíduos com diferenças congênitas nas características sexuais físicas – o que antigamente era chamado de hermafrodita.

Assexual: é a falta de atração sexual, ou falta de interesse em atividades sexuais — pode ser considerada a ‘falta’ de orientação sexual.

Pansexual: é a atração sexual ou romântica por qualquer sexo ou identidade de gênero.

Não-binário: O termo não-binário refere-se às pessoas que não se percebem como pertencentes a um gênero exclusivo. Isso significa que sua identidade de gênero e expressão de gênero não são limitadas ao masculino e feminino.

+: Demais orientações sexuais e identidades de gênero.

Leia mais sobre Celebridades em iBahia.com e siga o portal no Google Notícias.