Tragédia

Influenciador e cachorro brasileiros que viajavam o mundo em fusca morrem após batida nos Estados Unidos

Amigos, políticos e famosos lamentaram a morte de Jesse Koz, de 29 anos, nas redes sociais

Redação iBahia
24/05/2022 às 21h36

4 min de leitura
Foto: Reprodução/Redes Sociais

O brasileiro Jesse Koz, de 29 anos, conhecido por viajar o mundo em um fusca com placas de Balneário Comboriú, junto com o cachorro, morreu em um acidente de carro nos Estados Unidos, na segunda-feira (23). Nas redes sociais, amigos, políticos e famosos lamentaram a morte do aventureiro.

No Instagram, uma amiga próxima de Jesse agradeceu as mensagens de carinho e escreveu um texto de despedida para o amigo.

“Assim que vou me lembrar de vocês… me recuso a lembrar de outra forma. Naim meu irmão te amo tanto, o mais puro e verdadeiro amor fraterno, de verdade e o meu Shushuzão querido… Obrigada por terem cruzado meu caminho, me curado. Sou eternamente grata! Eu amo vocês, os bons vão cedo, vocês cumpriram a missão mais linda do mundo, espalhar amor e inspirar pessoas a viver, nos encontramos logo ali na próxima esquina meus eternos amores errantes!!!!! 🥰❤️✨✨✨✨✨ A VIDA É MUITO MAIS DO QUE FICAR SÓ ESPERANDO!!!!!!”, escreveu Fernanda.

Ela também deixou uma mensagem de incentivo aos seguidores, para que façam o que Jesse ensinou durante a jornada. “Vamos viver, viajar, aproveita a vida, pois ela é apenas um sopro”, destacou.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Segundo o g1, a imprensa local de Portland, local do acidente, informou que o fusca de Jesse teria tentado desviar de um engarrafamento quando o acidente aconteceu. O aventureiro teria perdido o controle do veículo e foi para a contramão, batendo um Ford Escape que vinha na direção contrária.

Jesse viajava com o golden retriever Shurastey, companheiro de aventuras e viagens, que também morreu no acidente. Juntos e à bordo do Dodongo, como o fusca era apelidado, eles percorriam as Américas. O objetivo era chegar ao Alasca em setembro.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

A viagem era um projeto de Jesse, intitulado “Shurastey or Shuraigow?”, uma adaptação inspirada na música “Should I Stay or Should I Go” (traduzido do inglês Devo Ficar ou Devo Ir), sucesso da banda The Clash. No Instagram, mais de 400 mil pessoas acompanhavam as aventuras diárias do trio.

Políticos e famosos lamentam

Também nas redes sociais, o senador de Satana Catarina, Esperidião Amin, lamentou a morte de Jesse e Shurastey.

“Um trágico acidente tira a vida de um jovem sonhador e do seu querido amigo. Que todos estejamos em oração neste momento de tanto sofrimento”, escreveu na publicação.

O Corinthians, clube do coração de Jesse, também prestou homenagem ao aventureiro. Usando uma foto do aventureiro com a camisa do time, escreveram: “É assim que lembraremos do Jesse e do Shurastey”.

Alguns famosos lamentaram a morte da dupla na última postagem feita por Jesse, há três dias, na página do projeto.

“É assim que lembraremos do Jesse e do Shurastey”, disse o ex-piloto de Fórmula 1, Rubens Barrichello.

“Não é possível. 😭😭😭😭 Que tristeza.”, lamebrou o apresentador Celso Portiolli.

Na última publicação de Jesse com Shurastey, ele escreveu que a dupla estava a caminho da fronteira do Canadá, rumo ao Alasca, que seria o destino final da viagem.

Leia mais sobre Brasil em iBahia.com e siga o Portal no Google Notícias.