Menu Lateral Menu Lateral
iBahia > notícias
CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Whatsapp Whatsapp
Luto

Morre Missinho, primeiro vocalista do Chiclete com Banana

Missinho estava internado há 15 dias em um hospital de Salvador

Nathália Amorim • 16/05/2024 às 12:24 • Atualizada em 16/05/2024 às 16:05 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

Missinho, o primeiro vocalista da banda baiana Chiclete com Banana, morreu nesta quinta-feira (16), aos 64 anos, em Salvador. Segundo informações da família, o artista teve falência múltipla de órgãos.


				
					Morre Missinho, primeiro vocalista do Chiclete com Banana
Missinho estava internado há 15 dias em um hospital de Salvador. Foto: Divulgação

Missinho estava internado há 15 dias no Hospital Roberto Santos, após dar entrada com uma crise renal. O cantor, que era diabético, vinha enfrentando problemas de saúde.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Leia mais:

O ex-vocalista do Chiclete com Banana chegou a ficar hospitalizado por três meses no metropolitano de Lauro de Freitas e no Hospital Sagrada Família. Ele recebeu alta, mas apresentou piora e precisou ser internado novamente.

Missinho será velado no Cemitério Bosque da Paz, nesta sexta-feira (17), pela manhã.

Missinho e o Chiclete com Banana

Edmilson de Amorim Ferreira, que ficou conhecido como Missinho, foi convidado para ser vocalista da banda Scorpius, em 1980.

A banda passou a se chamar Chiclete com Banana em 1981, e ele assumiu os vocais em 1984. Missinho ficou no grupo até 1986, quando decidiu seguir carreira solo por "insatisfações pessoais".

O cantor é autor de alguns dos maiores sucessos da carreira do grupo: "Mistério das Estrelas". A canção foi responsável por alavancar a banda, que se tornou um dos maiores grupos de axé da Bahia.


				
					Morre Missinho, primeiro vocalista do Chiclete com Banana
Missinho tinha 64 anos e morreu de falência múltipla de órgãos. Foto: Reprodução/Redes Sociais

Missinho também foi responsável por outras canções que ganharam o gosto do público, como "Jamaica", "Tieta do Chiclete" e "Lua Menina".

Em entrevista ao iBahia, em 2011, o cantor afirma que não se arrepende da decisão de ter deixado a banda e afirmou que não tem contato com os integrantes do grupo desde 86.

"Acho até que demorei muito para sair, sairia antes", afirmou.

Mas, Missinho também não se importava de ser lembrado como um dos integrantes que passaram pelo grupo.

"Faz parte da história, eu não posso apagá-la. Eu fiz sim parte da banda, fiz essas músicas, então como vou ter problema com relação a isso? Fico é feliz em ver minhas músicas sendo reproduzidas em todo o país por gente que nunca ouvi falar", disse.

Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM NOTÍCIAS :

Ver mais em Notícias