Agressão

Passageiro denuncia agressão de motorista e cobrador de ônibus em Salvador; assista

Todo caso foi registrado na 1ª Delegacia Territorial dos Barris

Redação iBahia
17/07/2022 às 12h43

3 min de leitura
Foto: Reprodução/ Instagram

Um passageiro denunciou em suas redes sociais na noite do último sábado (16) uma agressão cometida por um cobrador e um motorista de um ônibus da empresa Integra, linha Aeroporto-Praça da Sé, em frente ao Elevador Lacerda.

O jornalista Arlon Souza, de 45 anos, vítima da agressão, informou em seu perfil ter sido agredido pelos profissionais após ter reclamado do motorista ter ultrapassado o ponto que foi solicitado por ele ao puxar a cordinha do ônibus.

“Fui agredido por um motorista e um cobrador que rodavam na linha 21005 (Aeroporto – Praça da Sé) nesta data e neste horário. O motivo: porque reclamei de o motorista ter ultrapassado o ponto que eu pedi pra descer”. 

Segundo Arlon, ao tentar fazer o registro da numeração do ônibus, linha 21005, o cobrador arrancou o aparelho celular da mão dele e se recusou a devolver.

Ao descer do ônibus, o jornalista tentou registrar todo o ocorrido em vídeo e foi agredido com chutes e socos. Além da agressão, Arlon conta ter sido ameaçado pelos profissionais.

“Quando fui tirar uma foto da numeração do ônibus para fazer o registro de uma reclamação, o cobrador tomou o telefone das minhas mãos e se recusou por um bom tempo a me devolver. Quando resolveu me devolver, peguei meu celular e desci do ônibus. Fui registrar em vídeo os agressores, que de imediato avançaram pra cima de mim, me derrubaram no chão e o cobrador, no momento em que eu estava caído no chão, me deu um chute nas costas”.

Ao iBahia, Arlon ainda contou que os agressões não se inibiram com a presença de uma ronda policial no local. “Mesmo assim, eles desceram e cometeram a agressão, acredito que se sentindo resguardados e com o entendimento de impunidade”, disse o jornalista.

“A gente fica estarrecido, perplexo, com uma sensação péssima de vergonha, de humilhação, de constrangimento e vulnerabilidade. Quem dá esse poder as pessoas? Quem é que permite eles chegarem a ponto de agredir um passageiro? Eu quero justiça”, afirmou Arlon.

O caso foi registrado na 1ª Delegacia Territorial dos Barris. Arlon conta ter sido submetido ao exame corpo delito e está sendo acompanhado juridicamente para tomar todas as providências.

“Estou sendo acompanhado por um advogado e iremos tomar as medidas cabíveis. Tive pequenas lesões nos meus cotovelos direito e esquerdo, por eles terem me empurrado no chão, e minhas costas ainda doem por causa do chute que o cobrador me deu. Estou tomando analgésico e anti-inflamatório”.

Em nota, a Secretaria de Mobilidade Urbana de Salvador (Semob) informou que irá apurar a denúncia e, se constatada a irregularidade, irá notificar a empresa. Além disso, a pasta afirmou que já entrou em contato com o Consórcio Integra, responsável pelas empresas, para que apure o caso de agressão junto à OTTRANS.

O iBahia buscou contato com a OTTRANS, mas não teve retorno até o fechamento da matéria.

Leia mais sobre Salvador no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias