Menu Lateral Buscar no iBahia Menu Lateral
iBahia > notícias > saúde
Whatsapp Whatsapp
Cuidados

Verão aumenta chances de candidíase; veja como se prevenir

Problema atinge aumenta 75% das mulheres e pode causar corrimento vaginal

Nathália Amorim • 15/01/2024 às 20:51 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

A chegada do verão e aumento das temperaturas é o período em que aproveitar o sol e o mar está entre as principais atividades da estação.

Para as mulheres, este também é o período em que há mais de um problema que atinge ao menos 75% das mulheres: a candidíase.

Leia mais:


				
					Verão aumenta chances de candidíase; veja como se prevenir
Problema atinge ao menos 75% das mulheres. Foto: Divulgação

A candidíase vulvovaginal é uma patologia causada pelos fungos do gênero Cândida, que já habita o corpo. Segundo a ginecologista do do Itaigara Memorial Instituto da Mulher, Dra. Dainê Carrilho, ela pode aumentar de forma desornada neste período do ano.

"A Cândida apresenta prurido e corrimento vaginal. Essa doença é mais frequente no verão em razão da umidade, suor e mudança de pH vaginal pelos banhos de mar e piscina", explica.

Ainda segundo a ginecologista, caso não seja tratada de forma adequada, a candidíase pode causar diversas reações.

“Se não tratada de forma adequada, a candidíase pode causar irritação e desconforto à paciente devido às escoriações ocasionadas pelo prurido vaginal. O tratamento é simples, mas deve ser iniciado o quanto antes”, ressalta Dra. Dainê Carrilho.

Veja dicas para prevenir o problema:

  • Utilize roupas íntimas confortáveis e tecidos respiráveis, como o algodão;
  • Evite lavar a região íntima muitas vezes ao dia, usar protetores íntimos e produtos que perfumam a genitália;
  • Não use o mesmo absorvente por muito tempo. Troque sempre que possível;
  • Leve um maiô ou biquíni extra na bolsa para trocar depois de um mergulho ou se ficar suada;
  • Quando for ao banheiro, faça a higiene de frente para trás, para não espalhar as bactérias da região posterior para a vulva;
  • Não faça duchas vaginais pois desequilibram o pH íntimo;
  • Consuma alimentos com propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias e prebióticos, pois protegem a imunidade e auxiliam no equilíbrio da flora;
  • Evite consumo em excesso de açúcar, carboidrato e leite.
Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM SAÚDE :

Ver mais em Saúde