Menu Lateral Buscar no iBahia Menu Lateral
iBahia > notícias > segurança
Whatsapp Whatsapp
Investigação

Mulher que confessou morte de marido belga em 2014 é presa em Salvador

Crime aconteceu em Vera Cruz. Na época, mulher contou que sedou empresário e depois atingiu ele com facada

Alan Oliveira • 28/11/2023 às 17:46 • Atualizada em 28/11/2023 às 18:06 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

A mulher que confessou ter matado o marido belga a facadas em 2014, na cidade de Vera Cruz, na Ilha de Itaparica, foi presa em Salvador, 9 anos após o crime. A informação foi divulgada pela Polícia Civil (PC) nesta terça-feira (28).


				
					Mulher que confessou morte de marido belga em 2014 é presa em Salvador
Mulher que confessou morte de marido belga em 2014 é presa em Salvador. Foto: Divulgação

Segundo a corporação, a investigada teve um mandado de prisão definitivo (que é expedido após julgamento) cumprido na segunda-feira (27), no bairro de Fazenda Grande 3.

Leia mais:

Elaine Marques Marot já tinha sido presa em 2014, logo após o assassinato, mas a PC não detalhou porque estava solta atualmente. Também não foi divulgado o teor da decisão da Justiça.

Em nota, a polícia informou que a investigada, que atualmente tem 37 anos, foi submetida a um exame de lesão corporal e está à disposição do Poder Judiciário.

Crime

O assassinato aconteceu em novembro de 2014. Na época, Elaine Marques Marot tinha 28 anos. Além de confessar o crime, ela contou que teria dopado o marido com um remédio tarja preta.

O homem foi identificado como Louis Emile Ghiflain Marot, que tinha 52 anos e era empresário. Segundo detalhes divulgados pela polícia após o crime, a vítima ainda teria reagido, mas acabou morrendo.

Para a PC, a mulher contou na época que os dois estavam juntos a cerca de 4 anos, mas tinha se casado em fevereiro. Ela alegou ainda que Louis Emile Ghiflain Marot era ciumento e a agredia. O homem ainda teria ameaçado a esposa.

No dia do crime, a mulher teria esperado o remédio fazer efeito e, em seguida, esfaqueou o companheiro. Arrependida, Elaine ainda teria chamado uma ambulância, mas o marido não resistiu.

A morte teria sido presenciada por uma menina que tinha 7 anos na época. Ela é filha da investigada com um companheiro anterior ao belga. O casal havia se conhecido no Pelourinho, no Centro Histórico da capital baiana.

Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM SEGURANÇA :

Ver mais em Segurança