Menu Lateral Menu Lateral
iBahia > notícias > segurança
CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Whatsapp Whatsapp
Bairro Arenoso

Homem é preso suspeito de armazenar pornografia infantil em Salvador

Suspeito armazenava material de pornografia infantojuvenil em dispositvos eletrônicos, segundo a Polícia Civil

Gabriela Braga • 20/03/2024 às 8:00 • Atualizada em 21/03/2024 às 7:17 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

A Polícia Civil da Bahia realizou uma operação, na manhã desta quarta-feira (20), contra um homem suspeito de armazernar pornografia infantojuvenil em Salvador. Além de armazenar, ele é investigado por compartilhar as imagens pornográficas.


				
					Homem é preso suspeito de armazenar pornografia infantil em Salvador
Polícia Civil prende acusado de pedofilia em Salvador. Foto: Divulgação/ Polícia Civil

Mais de 30 policiais cumpriram um mandado de busca e apreensão em um imóvel no bairro de Arenoso, onde o suspeito foi preso em flagrante.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Leia mais:

A ação deflagrada pelo Departamento de Proteção à Mulher, Cidadania e Pessoas Vulneráveis (DPMCV), por meio da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra a Criança e ao Adolescente (Dercca), partiu de uma denúncia realizada ao Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania (MDH), no Disque 100.

Polícia Civil prende acusado de pedofilia em Salvador Divulgação Polícia Civil

Material de pornografia infantojuvenil ficava no imóvel do suspeito

No imóvel do suspeito foram realizadas buscas em computadores e celulares, onde os policiais encontram imagens de pornografia infantojuvenil. Os dispositivos eletrônicos foram apreendidos.

Além da Dercca, também participaram das incursões equipes do Departamento Especializado de Investigação e Repressão ao Narcotráfico (Denarc) e do Departamento de Repressão e Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro (Draco).


				
					Homem é preso suspeito de armazenar pornografia infantil em Salvador
Polícia Civil prende acusado de pedofilia em Salvador. Foto: Divulgação/ Polícia Civil

Segundo a Polícia Civil, o suspeito "guardava "farto material de cenas de sexo e nudez envolvendo crianças e adolescentes, inclusive bebês". Conforme a titular da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Dercca), Simone Moutinho, mais de 30 agentes participaram da ação e o crime foi constatado no local.

"Foi constatada a veracidade [do crime], principalmente no celular. Tanto na galeria quanto no [aplicativo] Telegram", afirma Simone.

A investigação começou dois meses atrás após uma denúncia do Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania (MDH) por meio do Disque 100.

Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM SEGURANÇA :

Ver mais em Segurança