Novelas

'Espelho da vida': Julia e Danilo têm sua primeira vez

Ele ainda diz para Júlia que vai encontrá-la em outras vidas

Carla Bittencourt, de Agência O Globo
Cris (Vitória Strada) vai transar com Danilo (Rafael Cardoso) em “Espelho da vida”. Numa nova viagem ao passado, a atriz, na pele de Julia, aceita posar para ele pintar um retrato e os dois ficam juntos na cabana da fazenda. “Preciso de você, quero ser sua”, diz ela. “Somos um do outro... pra sempre”, responde o pintor. Depois, os dois aparecem abraçados e ele fala que a ama ainda mais. "Não achei que fosse possível...", completa ele.
Com lágrimas nos olhos, Cris também se declara: "Também não sabia que alguém pode se sentir assim... tão completa... te amo muito...". "Você é uma mulher especial, tem a mentalidade muito diferente das outras, Julia... mas não está arrependida?", pergunta Danilo. Ela é firme: "Nunca". Danilo sorri: "Vamos nos casar, viver juntos... Podemos ser felizes assim todos os dias das nossas vidas".
Ela chora e diz que tem muito medo. "Medo, por que? O coronel vai acabar me aceitando, meu amor... é questão de tempo", fala Danilo, achando que ela está falando sobre Eugênio (Felipe Camargo). "É questão de tempo... de muito pouco tempo", fala ela. Só então que Danilo percebe que as lágrimas: "Está chorando, Julia? Não fica assim, eu estou aqui, não vou te deixar nunca... nunca!".
Cris pergunta: "Nem depois da morte?". Ele ri: "Nem depois da morte. Assisti a algumas palestras em Paris, de um discípulo de um grande pensador e educador, Alain Kardec. Sobre voltar a viver várias e várias vezes... Acredita nisso?". Cris fala que acredita do fundo do seu coração. "Pois então... Eu e você vamos ficar juntos em todas as vidas que vivermos", diz ele. "Como eu vou te encontrar, Danilo? Onde você vai estar?", pergunta ela, nervosa. "Não tenho nenhum dom premonitório, meu amor... Mas de alguma forma o céu vai nos unir", afirma o pintor. "Quero tanto acreditar nisso, tanto... não imagina o quanto", diz ela. "Não vamos falar de outras vidas... A nossa está tão boa... não acha? Nós dois... assim....", brinca ele, beijando suas lágrimas.