Onde Está Meu Trio

Guia do Carnaval já foi distribuído para 14 mil turistas

Entre as informações do folheto estão a programação dos circuitos, horário das atrações e mapa dos circuitos

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo trabalha, desde a última sexta-feira (21), na distribuição de um guia de orientação para turistas sobre o Carnaval de Salvador. Até o domingo (23), equipes da secretaria distribuíram 14,5 mil unidades do Guia do Carnaval 2020.

O guia contém programação dos circuitos, horário das atrações, mapa dos circuitos, camarotes, informações úteis, entre outros. As publicações foram entregues em pontos de grande fluxo turístico, como o Elevador Lacerda, rodoviária, aeroporto, porto, Shopping Barra e Avenida Centenário. A ação acontece todos os dias da folia momesca desde 2017.

Foto: Romildo de Jesus/Secom

Curtindo pela primeira vez a folia soteropolitana, as piauienses Patrícia Menezes (33) e Roberta Mesquita (30) receberam o guia na na Praça Thomé de Souza. “Nós chegamos no sábado e perdemos vários trios, como a Pipoca de Saulo, porque a gente não sabia a hora que os trios começavam a tocar e nem sabíamos onde procurar”, contou Patrícia, que descobriu folheando o guia qual o caminho para chegar ao Circuito Osmar (Centro), partindo do Pelourinho.

Já a sergipana Larissa Fonseca (24) esteve em Salvador em outras épocas, mas nunca no Carnaval. “Está bem organizado e fácil de ler. Vai ser muito útil”, avaliou.



Referência
Para o secretário da Secult, Cláudio Tinoco, essa é uma iniciativa da Prefeitura que vem se consolidando a cada ano. A publicação é a principal referência que os turistas têm para conhecer a programação e ter acesso às informações que são essenciais para sua estadia na cidade neste período.

“O guia também é uma forma de promover Salvador. Ele funciona como um souvenir para os turistas, que marca a experiência de quem passa por Salvador no Carnaval. Se, até ontem, 14 mil pessoas foram atendidas presencialmente e individualmente, essa é a melhor forma que a gente tem de receber bem esses visitantes”, completou o secretário.