Acidentes no sábado de Carnaval caem quase 90% em relação ao sábado de 2011


Segundo a Superintendência de Trânsito e Transporte do Salvador (Transalvador), foram registrados 12 acidentes de trânsito na noite deste sábado (18), terceiro dia de folia momesca. Este número representa uma queda de quase 90% das ocorrências durante o sábado de carnaval de 2011, quando aconteceram 105 acidentes.VEJA TAMBÉM: Onde está o seu trio? Saiba no Carnaval 24h
Saiba tudo da folia no Carnaval do iBahia
Confira a programação completa dos circuitos da folia
Veja as fotos dos foliões no iSSA! especial de Carnaval
Outras novidades você confere no Carnaval Iguatemi
Veja também a cobertura do Correio*
Também houve redução no número de feridos. Em 2011, em apenas um dia, 32 pessoas tiveram ferimentos, quase o dobro do registrado nos 12 acidentes registrados neste sábado, nos quais 19 pessoas ficaram feridas. Além disso, no carnaval do ano anterior houve três mortes no trânsito, enquanto a folia deste ano não registrou ocorrência de óbito.

O incentivo ao uso de transportes coletivos e a campanha de conscientização contra mistura de álcool e direção foram fatores que contribuíram para a redução destes número, atribui Alberto Gordilho, superintendente da Transalvador. “Na medida em que conseguimos tirar mais carros da rua automaticamente reduzimos a quantidade de acidentes. É claro que somado a isso tem a fiscalização ostensiva, que ajudou bastante a reverter essa triste estatística”, afirmou.

Lei Seca
Mais de 120 condutores foram abordados durante as blitze de alcoolemia realizadas na noite deste sábado (18). Na operação, dois motoristas apresentaram teor alcoólico acima do permitido e responderão por crime de trânsito. Dois condutores sofreram penalidade administrativa ao dirigir com até 0,29 miligramas de álcool por litro de ar e outros 15 também foram penalizados com multa de R$ 957,70 por se recusarem a fazer o teste do bafômetro.

Além disso, foram lavrados 19 autos de infração, oito veículos foram removidos e 19 CNHs foram recolhidas.Na fiscalização de motoristas de táxis, ônibus e viaturas da PM, que integra as ações educativas promovidas pela Gerência de Educação para o Trânsito (Gedut), 504 condutores foram abordados e nenhum foi enquadrado.