Menu Lateral Menu Lateral
iBahia > salvador
CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
SALVADOR

Acusado de matar três mulheres em Salvador é condenado a mais de 57 anos de prisão

Acusado, segundo o MP, assassinou as três mulheres na frente de uma criança de apenas 12 anos de idade, que seria filho de uma delas

Redação iBahia • 19/08/2022 às 11:34 • Atualizada em 26/08/2022 às 17:28 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

				
					Acusado de matar três mulheres em Salvador é condenado a mais de 57 anos de prisão
Foto: Divulgação/TB-BA

O homem acusado de matar três mulheres em Salvador foi condenado na quinta-feira (17) a 57 anos e nove meses de prisão. A confirmação da condenação de Ricardo Santana Borges Pitanga foi divulgada nesta sexta (19) pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA).

O crime aconteceu em maio de 2019. Ele se apresentou à polícia cinco dias depois do caso e confessou o crime. Ele está preso preventivamente desde então por matar as mulheres a golpes de facas. Duas das vítimas eram irmãs gêmeas.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Leia mais:

As vítimas foram identificadas Cristiane Alves Pergentino, Patrícia Ângelo de Castro e Priscila Ângelo de Castro. O acusado, segundo o MP, assassinou as três mulheres na frente de uma criança de apenas 12 anos de idade, que seria filho de Priscila.

Ainda de acordo com o órgão, o crime aconteceu na Rua Manoel Barros de Azevedo, que liga os bairros do Uruguai e Caminho de Areia. De acordo com o promotor de Justiça Cássio Marcelo de Melo, responsável pela acusação, as mulheres foram mortas uma semana após a esposa de Ricardo descobrir que ele teve um envolvimento amoroso extraconjugal com Patrícia, que era vizinha do casal.

Ricardo esfaqueou Patrícia a irmã gêmea Priscila e sua companheira Cristiane sem que elas tivessem qualquer possibilidade de defesa, segundo o promotor de Justiça Cássio Marcelo de Melo, responsável pela acusação.

Leia mais sobre Salvador em iBahia.com e siga o Portal no Google Notícias.

Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM SALVADOR :

Ver mais em Salvador