Aécio dispara contra campanha do PT: "o diabo se envergonharia"


Após ser derrotado nas urnas no último dia 26 outubro para a presidente reeleita Dilma Rousseff, Aécio Neves retomou seus afazeres como senador, mas durante uma Executiva Nacional do PSDB nesta quarta-feira (5), mostrou que ainda não esqueceu as eleições e, na presença de líderes de outros partidos oposicionistas, disparou contra o Partido dos Trabalhadores.

“Essa campanha levará duas marcas muito claras. Uma delas protagonizada pelos nossos adversários, a campanha da infâmia, da mentira, da utilização absolutamente sem limites da máquina publica em benefício de um projeto de poder. Pelo menos cumpriram a palavra. Disseram que iam fazer o diabo. O diabo se envergonharia de muitas coisas que foram feitas durante essa eleição”, disse.

A frase teria sido uma resposta à uma declaração de Dilma em março do ano passado, quando ela afirmou que se pode “fazer o diabo na hora da eleição”. Aécio ainda foi além, afirmando que o atual governo está “envergonhado pelas armas que usou para vencer a eleição presidencial deste ano”. O senador ainda afirmou que dorme tranquilo quando coloca a cabeça no travesseiro, apesar de ter perdido a eleição.