Menu Lateral Buscar no iBahia Menu Lateral
iBahia > salvador
Whatsapp Whatsapp
10 anos de serviço

Conheça agente da Polícia Federal morto durante operação em Salvador

Lucas Caribé Monteiro de Almeida tinha 42 anos e foi atingido nesta sexta-feira (15), no bairro de Valéria

Redação iBahia • 15/09/2023 às 11:51 • Atualizada em 02/10/2023 às 21:37 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

				
					Conheça agente da Polícia Federal morto durante operação em Salvador
Policial federal morto durante ação em Salvador. Acervo pessoal

O agente da Polícia Federal Lucas Caribé Monteiro de Almeida, de 42 anos, morto durante uma operação da Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (FICCO), no bairro de Valéria, em Salvador, era loteado no Grupo de Pronta Intervenção (GPI) da Bahia.

Lucas Caribé ingressou na Polícia Federal em 2013, na Superintendência Regional do Pará (SR-PA), sendo inicialmente lotado na Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio e ao Tráfico de Armas (DELEPAT-PA) e em seguida atuou na Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE-PA).

Leia mais:

Em 2019, o policial federal passou a integrar a Superintendência Regional da Polícia Federal na Bahia. Inicialmente, passou pelo Núcleo Especial de Polícia Marítima (NEPOM). Atualmente, fazia parte do quadro de policiais de Pronta Intervenção (GPI).

No ano passado, o agente integrou a equipe de segurança do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na campanha eleitoral na Bahia.

Lucas Caribé Monteiro de Almeida não era casado e não tinha filhos. O corpo do policial federal será cremado às 17h15, no cemitério Bosque da Paz. O velório começa às 15h.

O Diretor-Geral substituto da Polícia Federal, Gustavo Paulo Leite de Souza, decretou luto oficial de três dias.

O que diz o presidente

"Recebi com profunda tristeza e indignação a morte do agente da Polícia Federal Lucas Caribé Monteiro de Almeida, durante operação de combate ao crime organizado, hoje, em Salvador. Ele estava há dez anos na PF, atuando no enfrentamento do narcotráfico e do tráfico de armas, entre outras operações de alta periculosidade.

Lucas fez parte da equipe designada pela PF para a minha segurança na Bahia, durante a campanha eleitoral e também agora, na Presidência. Cumpriu sua missão com exemplar profissionalismo.

Meus sentimentos aos familiares, amigos e colegas".

O que diz o governador

O Governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues, declarou na manhã desta sexta-feira (15), que a determinação é de que a polícia "não dê trégua", após a morte de um policial federal durante operação da Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (FICCO), no bairro de Valéria, em Salvador.

"Nós não queremos e [não] determinamos que sejam trazidos corpos. Queremos presos, para que a gente possa, a partir da prisão deles, garantir mais informações e fazer uma operação com sucesso", afirmou.

Nota da Polícia Federal

A Direção-Geral da Polícia Federal manifesta seu profundo pesar pelo falecimento do agente de Polícia Federal Lucas Caribé Monteiro de Almeida, lotado no Grupo de Pronta Intervenção (GPI) da Bahia, ocorrido nesta sexta-feira (15), em Salvador.

Lucas Caribé ingressou na Polícia Federal em 2013, na SR/PA, sendo inicialmente lotado na Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio e ao Tráfico de Armas (DELEPAT/PA) e, em seguida, na Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE/PA).

Passou a integrar, em 2019, a Superintendência Regional da Polícia Federal na Bahia, sendo lotado, inicialmente, no NEPOM/BA. Atualmente, compunha o quadro de policiais do GPI.

O Diretor-Geral substituto da Polícia Federal, Gustavo Paulo Leite de Souza, decretou luto oficial de três dias.

A Polícia Federal expressa suas condolências e solidariedade aos familiares e amigos enlutados.

Informamos, ainda, que a Polícia Federal está empenhada e acompanhando de perto a investigação das circunstâncias que envolveram o falecimento

Forças militares lamentam morte

A Polícia Militar da Bahia soltou uma nota lamentando a perde do agente do Policial Federal Lucas Monteiro Caribé.

"É com profundo pesar que a Polícia Militar da Bahia lamenta o falecimento do agente de Polícia Federal Lucas Monteiro Caribé. Ele foi atingido por disparos de arma de fogo e não resistiu [...] A PMBA se solidariza com a dor da família, instituição, amigos e companheiros de profissão de Caribé."

Também pelas redes sociais, o Secretário de Segurança da Bahia, Marcelo Werner, afirmou que "faremos de tudo o que estiver ao alcance para levar os responsáveis à Justiça".

"Manter a serenidade e adotar todas as ações necessárias para chegar aos responsáveis", escreveu.

Ministro da Justiça e Segurança Pública se pronuncia

O Ministro da Segurança Pública, Flávio Dino, também se pronunciou sobre a operação e a morte do policial federal pelas redes sociais. Além disso, confirmou a vinda do diretor Geral da PF em exercício, delegado Gustavo Souza, à Bahia.

"Minha solidariedade aos policiais federais e estaduais atingidos por tiros na manhã de hoje na Bahia, quando estavam cumprindo mandados judiciais. Infelizmente o policial federal Lucas faleceu. O Diretor Geral da PF em exercício, delegado Gustavo Souza, vai hoje à Bahia para acompanhar os fatos e estabelecer as orientações cabíveis."

Operação

A FICCO foi lançada em agosto deste ano pela SSP-BA e Polícia Federal. O objetivo é de intensificar, em caráter especial, o enfrentamento às organizações e associações criminosas. A integração entre os governos estadual e federal será feita de forma pontual, caso eles entendam que exista a necessidade, como foi o caso de Valéria.

A 'Operação Fauda', integrada à FICCO, já apreendeu dois fuzis e duas pistolas calibre 9mm. Carregadores e munições abandonados foram localizados. A Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) informou que as forças buscam por integrantes de uma facção envolvida com tráfico de drogas, homicídios, roubos, entre outros delitos.

Ainda segundo o órgão, um grupo criminoso está escondido em uma região de mata fechada, do bairro periférico da capital baiana.

Valéria fica em um ponto considerado estratégico para o tráfico de drogas e é palco de constantes confrontos entre facções criminosas de atuação local e nacional. Localizada entre duas rodovias, a BR-324 e a BA-528, conhecida como Estrada do Derba, o bairro também está em um dos limites de Salvador, próximo ao município de Simões Filho.

Veja também:

Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM SALVADOR :

Ver mais em Salvador