Crime

Corpo de adolescente de 15 anos morta durante assalto em Salvador é enterrado

Cristal Rodrigues Pacheco estava indo para a escola com a mãe e a irmã quando foi abordada por duas mulheres

Redação iBahia
02/08/2022 às 17h18

4 min de leitura
Foto: Felipe Oliveira / TV Bahia

O corpo de Cristal Rodrigues Pacheco, adolescente de 15 anos que foi morta durante um assalto no Campo Grande, em Salvador, na manhã desta terça-feira (2), foi enterrado no final da tarde, no Cemitério Canto Santo.

A adolescente estava indo para a escola com a mãe e a irmã quando foi abordada por duas mulheres. Câmeras de segurança instaladas nas próxima das registraram os momentos antes, durante e depois do crime.

Pelas imagens, dá para ver que o crime aconteceu pouco antes das 7h. Em um dos vídeos, a garota aparece de braços dados com a mãe. Já a irmã mais nova caminha solta, ao lado dela.

Foto: Felipe Oliveira / TV Bahia

Em outras imagens, que foram cedidas ao iBahia pelo g1, dá para ver o momento exato do crime. No vídeo, dá para ver duas mulheres atravessando e seguindo em direção à família. Em seguida, elas abordam as meninas e a mãe delas.

Em determinado momento, a garota é baleada e cai. As mulheres fogem com pertences das vítimas. A mãe da menina baleada tenta prestar socorro a ela. A ação dura segundos.

No vídeo, é possível ver também a movimentação na região após a morte da menina, como carros e pessoas parando. Em determinado momento, é possível ver ainda a irmã da menina correndo, voltando no sentido oposto ao que a família caminhava.

O crime aconteceu na frente do Palácio da Aclamação, a poucos metros do Quartel dos Aflitos. De acordo com a Polícia Civil, a vítima estava a caminho do colégio onde estudava, acompanhada da mãe e da irmã, de 12 anos, quando elas foram abordadas.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Tiro no coração

Ainda segundo as informações iniciais, a menina teria sido atingida por um tiro no coração. Ela morreu no local. As criminosas estariam com uma faca e uma arma. A dupla fugiu em direção ao bairro do Dois de Julho e é procurada pela polícia, que faz buscas na região.

O perito que examinou o corpo da vítima confirmou a informação. “Ela foi vítima de um disparo de arma de fogo na altura da mama esquerda. Provavelmente, o projétil se alojou no músculo cardíaco, provocando um choque cardiogênico, e ela veio a óbito em questão de minutos”, apontou o perito do DPT, Marcos Mouzin à TV Bahia.

O caso está sob investigação da Polícia Civil. Em nota, a corporação informou que “guias para remoção e perícia foram expedidas e o DPT [Departamento de Polícia Técnica] acionado”.

Foto: Reprodução/TV Bahia

A família de Cristal mora no Corredor da Vitória, uma das regiões mais caras de Salvador. As duas meninas estudavam no Colégio Mercês, que fica localizado no Campo Grande. Cristal estava no 9° ano do ensino fundamental.

Após a situação, a instituição de ensino decretou luto e as aulas foram suspensas. Ainda não há previsão de quando elas serão retomadas.

O corpo da adolescente foi levado para o Instituto Médico Legal (IML). O enterro está previsto para acontecer no final da tarde desta terça-feira, no Cemitério Campo Santo, no bairro da Federação.

Leia mais sobre Salvador em iBahia.com e siga o Portal no Google Notícias