Luto

Corpo de ‘rifeira’ é identificado pelo DPT e enterrado em Salvador

Familiares e amigos da moça estavam presentes na cerimônia que aconteceu no Cemitério Quintas dos Lázaros, no bairro Baixa de Quintas

Redação iBahia
07/07/2022 às 16h00

2 min de leitura
Foto: Arquivo Pessoal

O corpo da jovem Jaiane dos Santos Costa, que foi assassinada depois que saiu de casa no dia 6 de junho deste ano, foi identificado pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT) e liberado pela família nesta quinta-feira (7). De acordo com informações da instituição, o enterro da jovem de 22 anos aconteceu no Cemitério Quintas dos Lázaros, às 14h.

Familiares e amigos da moça, que atuava como ‘rifeira, estiveram presentes na cerimônia. O corpo de Jaiane fo encontrado na quarta (6) na Av. Dois de Julho, do bairro Águas Claras, em Salvador. Foi um familiar da vítima fez o reconhecimento inicial e na sequência o corpo foi encaminhado para o DPT, para ser submetidos aos protocolos tradicionais de identificação.

O crime

A Polícia Civil, através do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), informou que Jaiane saiu de casa para comprar uma passagem de ônibus para Amargosa, no Recôncavo Baiano, onde passaria os festejos juninos, e não voltou mais. O caso chamou atenção porque no dia 30 de junho, um homem, que teria envolvimento no caso, foi preso. Ele foi flagrado com mais duas pessoas com drogas e armas de fogo, no bairro da Boca do Rio. No momento, o suspeito segue à disposição da Justiça.

A DPP está realizando oitivas e, ao concluir o procedimento de desaparecimento, deve encaminhar o caso à 2ª Delegacia de Homicídios (DH/Central). Imagens de câmeras de segurança de um supermercado localizado no bairro da Boca do Rio estão sob análise, já que a jovem foi vista no local pela última vez – mesmo local onde o homem foi preso.

Leia mais sobre Salvador no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias