Salvador

Desembargadores mantêm a absolvição de Kátia Vargas

Médica foi acusada de matar os irmãos Emanuele e Emanuel Gomes durante um acidente de trânsito em 2013

Redação iBhaia
- Atualizada em

Os desembargadores do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) decidiram anular a suspensão do júri popular e mantiveram a absolvição da médica Kátia Vargas. A decisão foi tomada durante uma audiência realizada na manhã desta quarta-feira (2). Ela foi acusada de matar os irmãos Emanuel e Emanuele Gomes durante um acidente de trânsito no bairro de Ondina, em outubro de 2013. As informações são do G1 Bahia.

Foto: Reprodução
De acordo com o G1 Bahia, a votação durou cerca de duas horas e foram contabilizados 10 votos a favor de manter a decisão do júri e 4 contra. A decisão ocorreu após quatro adiamentos do julgamento a pedido dos desembargadores.

A médica foi condenada a pagar mais de R$ 600 mil para a família e a decisão, na esfera cível, foi publicada na última quarta-feira (25) pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA).

De acordo com informações do G1 Bahia, o juíz Joanísio Matos Dantas Junior afirmou na sentença do caso que "o acidente se deu por culpa exclusiva da autora, que ao conduzir seu veículo de forma imprudente, causou a morte das vítimas".

O TJ-BA explicou ao G1 que os acusadores na área cível buscam provar só a relação entre a ação do réu e o dano, ou, neste caso, o acidente.