Salvador

Facção tortura e mata suspeito de estuprar enteada de 2 anos

Criança, que foi abusada neste domingo (20), não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

O padrasto, suspeito de estuprar e matar a pequena Ágatha Sophia de dois anos de idade,  foi torturado e executado nesta segunda-feira (21). O ajudante de pedreiro de 27 anos, Edson Neri Barbosa, foi capturado por uma facção criminosa e o vídeo com cenas de tortura foram divulgados através do WhatsApp pelos bandidos. Nas imagens ele é visto sem roupa, amordaçado e com um ferimento na região da cabeça. As informações são do CORREIO.

Foto: Reprodução
O CORREIO entrou em contato com os familiar da criança morta e ele confirmou que o homem que aparece nas imagens é Edson. O suspeito estava foragido desde domingo (20), dia em que menina faleceu após o abuso sexual, antes mesmo de chegar à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de São Marcos, onde foi levada pela mãe.

No vídeo que circula nas redes sociais, é possível ver o suspeito sem roupa e com as mãos amarradas por uma corda. Em um dado momento, um homem aparece e diz que ele fazem parte da facção Bonde do Maluco (BDM).  "Olha para a puta aí. A puta está pedindo até por favor agora", diz um dos homens durante a gravação.

Um outro homem também fala em outro momento da gravação:  "Vai morrer, viado. Vai morrer. Estrupando os outros, né? (sic)", enquanto dá um tapa no rosto de Edson. "Mexeu com criança a gente mata, estuprador maldito", afirma o homem.