Edílson Capetinha mostrará extratos bancários à Polícia Federal


Edílson nega envolvimento em fraude nas loterias
(Foto: Paulo M Azevedo/Arquivo CORREIO)

O ex-jogador Edílson Capetinha prestará depoimento na Polícia Federal de Goiás até a próxima quarta-feira (16) como parte das investigações da Operação Desventura, que apura esquema de fraudes em premiações de loterias da Caixa Econômica. A informação foi confirmada pelo advogado do ex- jogador, Thiago Phileto, no domingo (13). “Vamos nos antecipar e apresentar todos os extratos da movimentação bancária de Edílson para provar que ele não tem envolvimento com isso”, diz. O depoimento, segundo o advogado, depende do ajuste da agenda das autoridades policiais com a do jogador. Thiago ressaltou que o nome do jogador só aparece na investigação por conta de afirmações de um dos presos, Eduardo Pereira dos Santos . “Acredito que o nome de Edílson apareceu porque o Eduardo ofereceu, no ano passado, assessoria  jurídica a Edílson. Mas isso não ocorreu”, argumentou. A investigação da polícia indicou que pelo menos R$ 60 milhões foram desviados pelo esquema.

Correio24horas