Salvador

Em cinco décadas, Concha recebeu shows, grupos circenses e aulões

Concha começou a funcionar em 59, mas só foi inaugurada oficialmente na década de 60

Redação iBahia
13/05/2016 às 10h19

3 min de leitura
Muito mais do que um anexo do Teatro Castro Alves, a Concha Acústica começou a funcionar antes mesmo da inauguração oficial. No fim dos anos 50, o espaço começou a realizar seus primeiros eventos. No entanto, um incêndio fez com que a sala principal do teatro fosse destruído. Os dois espaços, então, só foram oficialmente inaugurados em 1967 com o nome de “Complexo Castro Alves”.Oito anos antes, a Concha recebia o seu primeiro show. Doviral Caymmi, acompanhado da Orquestra Sinfônica da Universidade Federal da Bahia, se apresentou no dia 4 de abril de 59.

Nova Concha será inaugurada nesta sexta-feira / Foto: Rafael Sena / iBahia

As apresentações, no entanto, começaram a se intensificar a partir de 1967. Só nos últimos 10 anos a Concha recebiu 413 shows, o que torna uma média de 3,5 apresentações por mês e mais de 1,3 milhões de pessoas. Além de shows musicais, o local também abriu espaço para apresentações de circo, dança, teatro, audiovisual, além de palestras e eventos educativos, como aulões de revisão antes de provas de vestibular.O secretário de Cultura do Estado da Bahia, Jorge Portugal, tem nesses aulões suas principais lembras da Concha. Nós fazíamos aquelas aulas do Educação em Movimento, que reunia 5 a 6 mil alunos da Rede Pública. Um dia caiu um ‘toró’ na Bahia, que não parava de jeito nenhum e o diretor de televisão avisou que teríamos que cancelar [o evento] porque não iria ninguém. Não cancelamos e a fila foi parar na porta do Teatro Castro Alves. As pessoas debaixo de chuva aplaudindo e respondendo a explicação de professores.A Concha já recebeu apresentações do Circo Nacional da China e o grupo japonês Kodo, por exemplo. Agora, tem a chance de receber ainda mais nomes da cultura brasileira e mundial. Após obras de requalificação, o espaço reabre nesta sexta-feira (13), com o início do projeto ‘Eu Sou a Concha’.‘Eu Sou a Concha’Para reinaugurar a Concha nomes de peso foram chamados. No primeiro dia do festival ‘Eu Sou a Concha’, só para convidados, Maria Bethânia fará um show com participação de Margareth Menezes – recordistas de apresentação no local. Além delas, se apresenta o Afoxé Filhos de Gandhy com convidados como Cortejo Afro, Márcia Castro e Ilê Aiyê. Além da participação especial do Olodum.No sábado, é a vez de Carlinhos Brown – com participação de Lazzo Matumbi – e Baiana System – com Ney Matogrosso – fazerem a festa. Dessa vez, os ingressos foram aberto ao público, mas já estão esgotados. O mesmo vale para o domingo, quando os Novos Baianos se apresentarão com show em homenagem a João Gilberto.