Menu Lateral Buscar no iBahia Menu Lateral
iBahia > salvador
Whatsapp Whatsapp
SALVADOR

Estado de gari que teve a perna amputada é estável

Delegado diz que não houve omissão de socorro e que motorista saiu do local porque passou mal

• 17/01/2014 às 21:45 • Atualizada em 29/08/2022 às 23:52 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!
O gari Raimundo de Souza, 38 anos, tem estado de saúde considerado estável, informou a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab). Ele continua internado na enfermaria do Hospital Geral do Estado (HGE) nesta sexta-feira (17), depois de passar por cirurgia para amputar a perna esquerda. Ele foi atropelado enquanto trabalhava no começo da manhã de quinta-feira. A motorista do carro, uma estudante de medicina de 18 anos que não teve o nome divulgado, ainda não prestou depoimento na 16ª Delegacia, responsável pelo caso. A jovem e a irmã que a acompanhava estavam com pulseiras de um ensaio de verão do Parangolé, no Wet'n Wild. "Era para ele ter morrido, mas pela misericórdia de Deus ele não morreu. Eu creio que ele está mostrando que é forte, mas eu creio que ele está sentido, porque a pessoa sair com suas duas pernas e voltar só com uma é difícil", diz a tia Cleonice Sacramento. O delegado Nilton Tormes disse que a jovem não fugiu do local e que ajudou a prestar socorro ao gari. Quando o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou ao local, no entanto, ela teria passado mal, e por isso saiu dali. Para ele, o caso não se caracteriza como omissão de socorro. "Ela aguardou a chegada da Samu, começou a auxiliar no socorro e passou mal, por isso acabou sendo socorrida. A irmã, que a acompanhava desde o início, permaneceu no local", explicou o delegado. A motorista ainda não apareceu na delegacia para prestar depoimento. O veículo atropelador, ano 2011/2012, está em nome de Samya Rodrigues Cordeiro dos Santos, moradora de Irecê, a 478 quilômetros de Salvador, não tem multas e o último licenciamento foi realizado em junho passado. O Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza informaram que este foi o terceiro caso com um gari mutilado em quatro meses. "Nós trabalhamos com lixo, mas não somos lixo", diz Edson Araújo, diretor do Sindilimp. Matéria original: Correio 24h Estado de gari que teve a perna amputada é estável

Leia mais:

Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM SALVADOR :

Ver mais em Salvador