Homem é preso após filmar jovem em banheiro de shopping no Caminho das Árvores


Foto: Google Street View

Um homem foi preso neste sábado (29) acusado de ter filmado uma estudante dentro do banheiro feminino de um shopping, no Caminho das Árvores, em Salvador.

Testemunhas relataram à TV Bahia que a estudante de um cursinho pré-vestibular foi ao banheiro, que fica na área comercial do edifício Iguatemi Business & Flat, e foi seguida por um homem. Ele tentou filmá-la por cima da cabine utilizando um celular.

A jovem gritou ao ver homem, que fugiu correndo. O suspeito foi rendido por gairs, que limpavam a rua do lado de fora do shopping e por seguranças do Edifício Capemi, que fica ao lado.

Policiais militares foram enviados ao local, onde o homem foi detido. A jovem denunciou o crime, mas não quis dar entrevista.

Caso semelhante no metrô

Uma estudante de 20 anos foi filmada por um segurança do metrô ao usar o banheiro da estação Bom Juá, em Salvador.

De acordo com a estudante, ela estava utilizando o banheiro quando percebeu que estava sendo filmada por uma janela, que divide os banheiros masculino e feminino da estação. O sanitário destinado ao público masculino estaria interditado.

Ao perceber o ato, Aila Brito foi em busca de ajuda. Ela relatou que encontrou o segurança e que ele confessou o crime e apagou o vídeo, além de ter pedido para que ela não o denunciasse. A estudante, no entanto, prestou queixa.

“Olhei para trás e tinha um celular me gravando. Foi uma dificuldade para achar uma ajuda. Consegui agora, depois de muito me enrolarem para mostrar a filmagem. Um deles admitiu que me gravou”, diz a jovem.

Procurada pelo iBahia, a CCR Metrô informou que lamenta o ocorrido e “repudia qualquer tipo de violação de privacidade, assédio moral ou sexual, assim como quaisquer atitudes que não estejam alinhadas a valores como respeito, cuidado e empatia”.

A concessionária afirmou que já fez contato com a cliente lamentando ocorrido e colocou-se à disposição para prestar assistência e reforçar que está adotando as medidas disciplinares cabíveis. A CCR Metrô Bahia disse ainda que está à disposição das autoridades para ajudar nas investigações.

Em nota, a Polícia Civil informou que o suspeito foi conduzido para a Central de Flagrantes e um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) foi firmado contra ele. O segurança responderá pelo Artigo 216-B do Código Penal Brasileiro, que trata sobre produzir, fotografar, filmar ou registrar, por qualquer meio, conteúdo com cena de nudez ou ato sexual ou libidinoso de caráter íntimo e privado sem autorização dos participantes.

Leia mais sobre Salvador no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias.