Homem que morreu afogado no Porto da Barra era turista do Rio de Janeiro e professor de educação física


Porto da Barra
Foto: Mayra Lopes / iBahia

O turista que morreu afogado na praia do Porto da Barra, em Salvador, na quarta-feira (23), foi identificado como Renan Rocha Dias, de 32 anos. Ele era professor de educação física e morava no Rio de Janeiro.

Ambulâncias do Samu estiveram no local e fizeram os primeiros socorros, mas o turista não reagiu e morreu.

Em nota, a prefeitura do Rio de Janeiro lamentou a morte do professor. A gestão municipal afirmou que o turista era uma pessoa admirável e que deixará um “grande vazio no coração de todos que tiveram a honra e o prazer de conhecê-lo”.

A Unisaúde Educacional do Rio de Janeiro também publicou uma nota de pesar. “Lamentamos o falecimento do professor Renan Dias, no dia de hoje, por afogamento, após sofrer um mal súbito. Renan era um dos talentos da nova geração de docentes da educação física, extremamente generoso. Um jovem de 32 anos com um belo caminho pavimentado na ética e no respeito ao próximo”, diz o comunicado.

Renan trabalhava no Núcleo Ampliado de Saúde da Família da Área Programática (Nasf 5.1). Em uma publicação nas redes sociais, a instituição disse que ele será lembrado pela competência e comprometimento.

“Hoje o Nasf 5.1 se entristece com a partida precoce do nosso colega de trabalho Renan Dias, profissional de educação física. Que seus familiares e amigos encontrem o consolo necessário neste momento de separação e que suas lembranças estejam sempre vivas na memória dos que conviveram com ele”.

Leia mais sobre Salvador no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias.