Menu Lateral Menu Lateral
iBahia > salvador
CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Fogo Cruzado

Julho registra maior número de mortos por balas perdidas em Salvador

Balanço do Fogo Cruzado indica que mês teve o maior número de pessoas mortas em ações policiais

Redação iBahia • 07/08/2023 às 14:26 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

				
					Julho registra maior número de mortos por balas perdidas em Salvador
Fotos: Reprodução/TV Bahia

O mês de julho registrou, em 2023, o maior número de mortos por balas perdidas em Salvador e Região Metropolitana. De acordo com o levantamento do Fogo Cruzado, seis pessoas foram atingidas por bala perdida, com quatro mortes, incluindo uma criança, e três feridos.

O balanço indica que das seis vítimas de bala perdida em julho, duas foram mortas durante ações policiais, e outras duas atingidas (uma morta e outra ferida) em meio a disputas.

O Fogo Cruzado classifica “vítimas de balas perdida” como uma pessoa que não tinha nenhuma ligação, participação ou influência sobre o evento (nem praticando, nem sofrendo a ação) no qual houve disparo de arma de fogo, sendo mesmo assim atingida.

Ainda segundo o balanço, ao todo foram 178 tiroteios, que resultaram em 151 mortos e 36 feridos no último mês. Do total de tiroteios registrados (178), 67 ocorreram durante ações e operações policiais, que deixaram 64 pessoas mortas, duas delas por bala perdida, e 12 feridos. Além disso, julho teve o maior número de pessoas mortas em ações policiais desde que o instituto iniciou o mapeamento, em julho de 2022.

Ainda no mês de julho, por conta dos frequentes episódios de tiroteios, algumas escolas foram obrigadas a interromper as suas atividades. Os casos ocorreram nos bairros do Costa Azul, Santa Cruz e Complexo do Nordeste de Amaralina, em Salvador.

Casos

Entre os casos marcantes de balas perdidas do mês está a morte da estudante e funcionária de call center, Camila Silva dos Santos, de 23 anos. Ela foi baleada na Av.Garibaldi, em Salvador, no dia 12 de julho, enquanto voltava do trabalho para casa. Ela foi atingida por uma bala de confronto entre grupos armados.

A adolescente Mary Vitória Moreira Monteiro (17) foi morta na noite de 21 de julho, após ser vítima de bala perdida no bairro Fazenda Grande III fruto de uma disputa entre grupos armados.

O menino Gabriel Silva da Conceição Júnior, de 10 anos, também perdeu a vida por uma bala perdida. A criança foi atingida no rosto durante uma ação policial no dia 23 de julho, enquanto brincava na porta de casa, no bairro de Porão, em Lauro de Freitas..

Mapa da violência armada

Salvador: 131 tiroteios, 102 mortos e 23 feridos
Camaçari: 22 tiroteios, 26 mortos e 7 feridos
Lauro de Freitas: 6 tiroteios, 4 mortos e 3 feridos
Simões Filho: 5 tiroteios e 7 mortos
Mata de São João: 4 tiroteios, 1 morto e 2 feridos
Madre de Deus: 3 tiroteios, 2 mortos e 1 ferido
Candeias: 2 tiroteios, sem vítimas
Dias D’Avila: 2 tiroteios e 4 mortos
São Francisco do Conde: 2 tiroteios e 2 mortos
Vera Cruz: 1 tiroteios e 1 morto

Bairros com maior índice de violência

Fazenda Grande do retiro (Salvador): 8 tiroteios, 5 mortos e 1 ferido
Castelo Branco (Salvador): 7 tiroteios, 7 mortos e 2 feridos
Federação (Salvador): 6 tiroteios e 4 mortos
Lobato (Salvador): 5 tiroteios, 2 mortos e 1 ferido
Beiru/Tancredo Neves: 4 tiroteios e 3 mortos

Leia mais:

Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM SALVADOR :

Ver mais em Salvador