Em Salvador

No aniversário de Santa Dulce dos Pobres, procissão e missa marcam apoio às Obras Sociais Irmã Dulce

Entidade atravessa crise financeira que ameaça os atendimentos prestados a quase 3 milhões de pessoas

Redação iBahia
26/05/2022 às 13h14

2 min de leitura
Foto: Anthony Roywoley/OSID/Divulgação

Profissionais, pacientes e religiosos das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), além de devotos da Santa Dulce dos Pobres, participaram de uma procissão nesta quinta-feira (26), na Cidade Baixa, em Salvador, em apoio pela instituição fundada pelo Anjo Bom da Bahia.

A entidade atravessa uma crise financeira que ameaça os atendimentos prestados a quase 3 milhões de pessoas anualmente na Bahia. Ao fim da procissão foi realizada uma missa onde aconteceu uma encenação de acolhimento ao paciente, simbolizando a assistência prestada pela OSID às milhares de pessoas que buscam ajuda na instituição.

O bispo auxiliar da Arquidiocese de Salvador, Dom Marco Eugênio, conduziu a procissão ao lado de frei Giovanni Messias, reitor do Santuário Santa Dulce dos Pobres, e do padre Manoel Oliveira Filho, coordenador arquidiocesano e nacional da Pastoral do Turismo.

“Precisamos, mais do que nunca, da ajuda de todos para seguirmos atendendo à população baiana. Sempre fizemos muito com poucos recursos financeiros. Só que agora, esse pouco está pouco demais”, ressaltou a superintendente da OSID, Maria Rita Pontes.

Como doar

Com participação de diversos artistas, a campanha “Um Milhão de Amigos Para Santana Dulce” tem o objetivo de conseguir contribuintes que ajudem mensalmente com a manutenção do trabalho feito nas obras sociais.

As doações para a campanha em ajuda às Obras Sociais já podem ser feitas, a partir de R$ 10, através do PIX amigos@irmadulce.org.br, ou pelo site oficial do “1 milhão de amigos”.

Leia mais sobre Salvador em ibahia.com e siga o Portal no Google Notícias