Prefeitura envia à Câmara projeto de auxílio para setor cultural


Em mais um ano sem carnaval, a prefeitura de Salvador enviou à Câmara Municipal pela segunda a vez consecutiva um projeto de auxílio para o setor cultural e eventos, que sofreram impacto econômico provocado pela pandemia de Covid-19. A nova lei garantirá R$18 milhões para o setor e foi enviada nesta quinta-feira (17) pelo prefeito Bruno Reis. 

O pagamento está previsto para ser iniciado na próxima semana, após votação da matéria pelos vereadores, com expectativa para acontecer na terça-feira (22). Segundo o prefeito, o benefício é necessário devido ao cancelamento do Carnaval e outras festividades de massa pelo segundo ano consecutivo. 

O valor destinado a cada beneficiário será pago em parcela única. Os selecionados devem ser residentes em Salvador, com cadastro efetuado junto aos órgãos municipais vinculados ao setor – Fundação Gregório de Mattos (FGM), Empresa Salvador Turismo (Saltur) e Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult) – até 30 de junho de 2021. Os cadastros dos trabalhadores serão analisados pela CGM (Controladoria) e pagos através da Secretaria Municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esporte e Lazer (Sempre). 

Não terão direito ao benefício servidores públicos, todos aqueles que foram beneficiados pelo Salvador por Todos, quem é beneficiário do INSS ou da Previdência municipal. 

O projeto SOS Cultura foi lançado em abril do ano passado e garantiu um valor total de até R$ 1,1 mil aos trabalhadores do setor cultural e de eventos, proporcionando as condições mínimas de sobrevivência, diante da pandemia do novo coronavírus, que impossibilitou que pudessem continuar as atividades.