Projeto traz cultura e conscientização acerca de AIDS ao Pelourinho


O projeto “Os Manos do Bem: Arte e Cidadania na Luta Contra a AIDS no Pelourinho”, idealizado pelo Grupo de Apoio a Portadores e aprovado no Edital Tô no Pelô de Apoio à Dinamização Artístico-Cultural do Pelourinho, após cinco meses de oficinas com 20 adolescente moradores e estudantes do Centro Histórico de Salvador, está realizando quatro ensaios abertos sendo dois na última quarta-feira (01) e mais dois na próxima quarta-feira (08). Os ensaios serão realizados no Largo Tereza Batista, pela manhã às 10h30 e à tarde, às 15h30. Os alunos apresentarão músicas compostas nas oficinas, que trazem nas letras conscientização sobre temas como AIDS, DSTs, preconceito social, cidadania, dentre outros. No dia 13 de julho será a estreia do show e o lançamento do CD, resultado do projeto.

Recente pesquisa realizada pelo Ministério de Saúde mostra um crescimento de 33% no número de contaminados por HIV, em maioria jovens, do sexo masculino e na faixa entre 17 a 20 anos. Essas estatísticas comprovam a grande necessidade de conscientizar jovens e adolescentes, e para isso o projeto realiza oficinas que proporcionam a dinamização do bairro e a oferta de atividades culturais e de cidadania para a população. Este é um dos principais objetivos do edital Tô no Pelô, iniciativa da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA), através do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac), com recursos do Fundo de Cultura da Bahia(FCBA), que investiu cerca de R$ 2,4 milhões.  O edital busca ocupar e revitalizar os espaços artístico-culturais da região, de forma democrática e aberta, além de garantir uma programação extremamente diversa.

O edital Tô no Pelô acontece desde 2009 e sempre teve como preocupação proporcionar aos moradores e freqüentadores do Pelourinho inúmeras formas de contato com as variadas formas de cultura. São performances, shows, artes plásticas, espetáculos multimídias e atrações para todos os públicos e idades.

GAPA
O Grupo de Apoio à Prevenção à Aids chegou a Bahia em junho de 1988, atualmente possui programas em 8 cidades baianas, além de alguns bairros de Salvador.  O projeto é uma entidade civil, sem fins lucrativos, reconhecida por tratar de um tema de utilidade pública, que tem como objetivos contribuir para a diminuição dos níveis de contaminação do HIV/AIDS, através de ações estratégias de informação, educação e comunicação.

Serviço
Os Manos do Bem: Arte e Cidadania na Luta Contra a AIDS no Pelourinho
Quando: 01 e 08 de junho (quartas), 10h30 e 15h30
Onde: Largo Tereza Batista
Quanto: Gratuita