Tremor sentido na Bahia não foi abalo sísmico, diz Centro


O Centro de Sismologia da USP (SP) emitiu uma nota afirmando que o tremor sentido em Salvador e outras cidades da Bahia na manhã deste domingo (26) não foi um abalo sísmico. De acordo com o centro, "caso as vibrações tivessem sido causadas por um tremor de terra, o tamanho da área de percepção indicaria uma magnitude de pelo menos 3 na escala Richter" e que "nenhuma das estações da Rede Sismográfica Brasileira registrou qualquer sinal que pudesse ser associado a um abalo sísmo em Salvador". 
Ainda segundo a nota, um tremor de magnitude 3 seria "bem registrado" até centenas de km de distância. O Centro informou, no entanto, que as trepidações ainda não têm uma causa conhecida, mas sugere que possa ter acontecido por conta de uma "quebra de barreira do som por jatos da força aérea nacional".