Saúde

Aroma da comida pode contribuir para ganho de peso, diz estudo

Há uma hipótese entre os pesquisadores de que a falta de odor altere o metabolismo

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Olhar pode até não tirar pedaço, mas você sabia que da para engordar através do aroma? Um novo estudo realizado pela Universidade da Califórnia afirma que o cheiro da comida aumenta o armazenamento de gordura corporal.

A pesquisa realizada por estudantes da universidade consistiu em alimentar ratos de laboratório com refeições altamente calóricas. Antes de ingerir o alimento, alguns dos animais usados no estudo tiveram seu olfato interrompido enquanto outros continuaram com todos os sentidos. 

O resultado mostrou que os ratos que sentiam o cheiro da comida acumularam mais gordura e dobraram de peso, enquanto apenas 10% dos que perderam esse sentido engordaram de forma significativa. O estudo ainda provou que os animais considerados obesos que também foram impedidos de sentir o aroma do alimento tiveram uma redução no peso. Com isso os pesquisadores concluíram que aumento do peso não tem relação apenas ao que se é consumido, mas também sofre interferências da percepção do cérebro sobre as principais características do alimento. 

Ainda não há uma resposta concreta sobre a relação do olfato com o ganho de peso, mas existe uma hipótese entre os pesquisadores de que a falta de odor altere o metabolismo e a interpretação do cérebro sobre a energia consumida.