Saúde

Por conta própria: veja os cuidados para tomar no dia da eleição

Infectologista ressalta que prevenção deve ir além do estabelecido pelo TSE

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Neste domingo (15), cidadãos brasileiros vão às urnas para decidir o futuro de cada um dos municípios do país. Apesar do dia histórico para exercer a democracia, vale lembrar que a pandemia da Covid-19 ainda está aí e que os cuidados não podem ser deixados de lado, ainda mais em um momento propenso a aglomerações.

A infectologista Clarissa Cerqueira ressalta esse perigo em potencial. “O dia das eleições passa a ser preocupante, já que é uma ocasião, em que aglomerações podem ser ocasionadas, tanto em filas, como nas portas dos colégios eleitorais. Uma medida importante é a distribuição de equipamentos de segurança, ato que representa uma atitude de extrema importância, tanto para os eleitores quanto para os mesários e voluntários”, afirma.

Além das recomendações gerais de distanciamento de 1,5 metro, da higienização das mãos e do uso de máscara, Clarissa lembra também das pessoas levarem uma caneta própria para assinar o caderno de votação. Ela lembra também de que quem sentir sintomas até 14 dias antes das eleições deve evitar comparecer aos locais de votação. 

A especialista chamou atenção ainda para o horário estendido da votação das 7h às 17h. “É importante prestar atenção nesta mudança, no intervalo entre 7h e 10h, a votação está reservada, preferencialmente, para idosos e pessoas que integram o grupo de risco. É uma ação importante, que pode evitar aglomerações para as  pessoas que estão mais suscetíveis ao quadro mais grave da doença”, alerta.