Homem é condenado a mais de 23 anos de prisão por matar ex-companheira com 33 facadas


Foto: Divulgação

Um homem foi condenado a 23 anos e 15 dias de prisão por matar a ex-companheira, Izane Mesquita Lima, com 33 facadas, na cidade de Palmas de Monte Alto, no sudoeste da Bahia. O crime ocorreu em dezembro de 2014.

O homem, identificado como Otílio Calisto de Souza Júnior foi condenado pelo Tribunal do Júri por homicídio com as qualificadoras de motivo torpe, meio cruel, emprego de recurso que impossibilitou a defesa da vítima, além de feminicídio.

O promotor de Justiça Francisco de Freitas Juniro sustentou a denúncia acatada pelo Júri. Segundo a decisão, Otílio matou a ex-companheira após o término do relacionamento, num contxto de “perseguição e terror pscicológico”.

De acordo acordo com a denúncia, ele ameraçou a vítima diversas vezes e, no dia do crime, teria ameaçado também o irmão dela, que a defendia.

A Justiça decidiu pela condenação na terça-feira (30), mas a notícia foi divulgada pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) nesta quinta (1º).

Leia mais sobre Bahia em iBahia.com e siga o Portal no Google Notícias.

Veja também: