Indígenas e fazendeiros entram em conflito no extremo sul da BA; motivo seria disputa de terras


Foto: Reprodução/TV Bahia

Indígenas e fazendeiros entraram em confronto em Porto Seguro, no extremo sul da Bahia. Segundo os indígenas, “pistoleiros” cercaram as aldeias de Boca da Mata e Cassiana, pertencem ao território de Barra Velha.

De acordo com a TV Santa Cruz, os indígenas contam que a fazenda São Geraldo, que também fica próximo do limite das aldeias, foi ocupada recentemente por parte do grupo.

Ainda segundo o grupo, eles buscam a demarcação do território, mas fazendeiros e pistoleiros tentam inibir as ocupações.

Na última quarta-feira (17), um tiroteio fez com que crianças que estavam dentro de uma escola e em um campo de futebol precisarem se proteger dos tiros.

Professores que estavam no local pediram ajuda para proteger os alunos do tiroteio.

“Estão atirando na beira do rio, as balas estão passando por cima das casas porque não tem árvores perto do rio. Nós estamos com as crianças todas aqui escondidas dentro da escola”, disse uma delas.

No áudio, uma outra professora conta que muitas pessoas saíram das casas para se esconder na mato.

“Está todo mundo saindo das casas e ficando atrás do mato. Tem muita criança na beira do campo. A gente está aqui na escola com um monte de criança, presa aqui na escola. A gente liga para os pais e eles não podem sair de dentro de casa”, desabafou.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o Comando de Policiamento da Região Sul (CPRS) intensificou o policiamento com equipes do 8º Batalhão, tropas táticas e especializadas desde que soube do confronto.

Ainda na quarta-feira (17), dois policiais militares, que estavam em horário de folga, foram atingidos pelos disparos de arma de fogo. Segundo o CPRS, os pms feridos foram socorridos e passam bem.

Leia mais sobre Bahia em iBahia.com e siga o Portal no Google Notícias.