Pesquisa para mapeamento de artistas negras e indígenas na Bahia terá evento de lançamento na Ladeira do Carmo, em Salvador


Cantora baiana Jade Lu | Foto: Marco Antônio Correia

O lançamento da pesquisa “Cartografia das cantoras negras e indígenas da Bahia” será realizado nesta quinta-feira (18), às 18h, na Ladeira do Carmo, no bairro Santo Antônio. O evento de abertura acontecerá no Malembe Food & Drinks e as artistas baianas Jade Lu e Emillie Lapa se apresentarão. A entrada é gratuita e a ocupação estará sujeita aos limites do espaço. 

A pesquisa está sendo lançada pela Plataforma Frequências Preciosas, iniciativa que tem como propósito promover ações de difusão, formação, pesquisa e inovação que contribuam para o desenvolvimento das carreiras de mulheres negras e indígenas da cena musical brasileira. O projeto está sendo desenvolvido pelo Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade (Pós-Cultura/IHAC) da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e tem o objetivo de descobrir quem são as cantoras atuantes no contexto musical baiano e quais são suas indagações e desejos. 

Para compor este quadro, as pesquisadoras Raína Biriba e Júlia Salgado lançaram um formulário no site da Frequências Preciosas para que as artistas possam compartilhar informações como sua rotina de trabalho, aspectos socioeconômicos e, se quiserem, suas produções. As informações podem ser enviadas até o dia 10 de setembro. 

O resultado final do processo será um e-book gratuito com relatório final com os dados levantados e uma base digital de dados georreferenciada que ficará disponível no site da Frequências Preciosas.  

O evento desta quinta será mediado por Simone Braz, gestora e produtora cultural que guiará o bate papo entre Júlia Salgado, Laísa Ojulepá e Ofir Souza que falarão sobre mulheres e a cena musical da Bahia. 

Leia mais sobre Salvador em iBahia.com e siga o Portal no Google Notícias.

Veja também: