Rodoviários discutem paralisação por tempo indeterminado


Em estado de greve desde a última quinta-feira (12), os rodoviários de Salvador realizam desde às 9h da manhã desta quinta-feira (19), na Quadra de Esportes dos Bancários, uma assembleia referente a Campanha Salarial 2016. Outra assembleia acontece às 15h, no mesmo local. Além do reajuste salarial, os rodoviários questionam a decisão dos empresários em tirar o cobrador dos coletivos nos finais de semana. De acordo com o Diretor de Relações Sindicais, Jorge Castro, a retirada do cobrador só será feita nas linhas que possuem baixas demandas, e será feita em sistema de escala aos finais de semana e feriados. Ao todo já foram seis rodadas de negociação e uma reunião de conciliação na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE). Sem avanço nas negociações, uma nova rodada está prevista nesta sexta-feira (20), às 10h.Em nota divulgada, a categoria afirma que a greve não será deflagrada na sexta-feira (20), mas a paralisação por tempo indeterminado está na pauta nas discussões.

Veja também: Em estado de greve, rodoviários metropolitanos fazem assembleiasEstado de greve na RMSOs rodoviários que trabalham na Região Metropolitana de Salvador  (RMS) decidiram manter o “estado  de greve” após uma assembleia realizada na sede do sindicato, em Vilas do Atlântico. De acordo com Sérgio Saludo, diretor de imprensa, está marcada uma reunião entre os  trabalhadores e o sindicato patronal na segunda-feira (23), às 8h30. Na quarta-feira (25),  estão marcadas duas assembleias, uma marcada para às 9h e outra marcada para  às 15h, essa última deve decidir se a greve será decretada ou não. Ainda de acordo com Saludo, na pauta de discussões dos rodoviários estão o pedido de reajuste salarial de 18% e a redução do valor da contrapartida do ticket-alimentação.

Estado de grevePor lei, o sindicato tem que decretar estado de greve, que é um aviso aos patrões que a categoria pode parar. Se os rodoviários decidirem pela greve, só podem parar as atividades 72 horas depois de anunciada a decisão. O estado de greve é um aviso. A greve pode ser por tempo determinado ou inderminado e precisa ser anunciada com 72h de antecedência.