Temporada de baleias jubartes promete estimular turismo em Prado-Ba


Foto: Divulgação

A cidade de Prado, na Bahia, é um dos melhores lugares para se avistar saltos de baleias jubartes. As gigantes do mar buscam temperaturas mais amenas a fim de se reproduzir. Elas saem das águas frias da Antártica e nadam mais de 4 mil KM até Abrolhos, no sul do estado.

De junho até outubro, principalmente entre o sul da Bahia e norte do Espírito Santo, é possível avistar em alto-mar os gigantes dos oceanos, que chegam a 16 metros de comprimento e de cerca de 40 toneladas. O turismo de observação de baleias (whale watching) cresce em todo o planeta como consequência direta do fim das atividades de caça e do aumento gradual da população de jubartes.

Além disso, a prática movimenta a economia local, gera renda e emprego, estimula a atividade de serviços e incentiva os setores hoteleiro e gastronômico e as agências de viagens que oferecem pacotes exclusivos.

As empresas do trade que trabalham com o turismo de observação de jubarte já se preparam para receber os turistas, mas devem estar atentas às medidas restritivas demais regras de gestão. O turismo de observação de baleias em águas brasileiras é normatizado pela Lei Federal 7.643 de 1988, que proíbe o molestamento intencional de qualquer espécie de cetáceo, e pela Portaria IBAMA 117 de 1996, que define normas específicas para a atividade.

As agências de viagens e operadoras de turismo de Prado (BA) oferecem pacotes para a observação. O município é um dos melhores lugares para se avistar as baleias e já começa a se organizar para receber os turistas que vêm para a Bahia contemplar à jubarte.

Prado fica na região conhecida como Costa das Baleias, que inclui ainda Alcobaça, Caravelas, Itamaraju, Itanhém, Nova Viçosa, Mucuri, Teixeira de Freitas. A região é um verdadeiro santuário marítimo-ecológico, refúgio e berçário de jubarte.

A observação das baleias só pode ser feita de barco, cujos passeios são oferecidos pelas agências de turismo local. A embarcação tem ponto de partida em Prado, Cumuruxatiba e Corumbau. Alguns roteiros oferecem um passeio até o Arquipélago de Abrolhos, que fica a 75 km da costa baiana.

Para a secretária de turismo Iracema Ribeiro, a chegada da época de observações de baleias jubarte no litoral brasileiro traz otimismo.

“É um período muito aguardado por todos os comerciantes da cidade. Com a chegada das baleias jubartes tem um aumento de visitantes e os comerciantes começam a se aquecer, principalmente o setor de hotelaria.”, disse a secretária.

O coordenador de pesquisa do Instituto Baleia Jubarte, Milton Marcondes, destaca que a estimativa é que ao menos 20 mil baleias jubartes passem pelo Brasil entre junho e outubro deste ano.

“Elas [as baleias] vêm pra cá ter filhotes e acasalarem. As baleias a começam a chegar em junho. Até que em maio algumas apressadas começam a aparecer.”, pontuou ele.

Leia mais sobre Bahia no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias