Casa de Vidro do BBB 23: Giovanna é gamer e foi emancipada para salvar vida financeira da família


Foto: Paulo Tauil/ AgNews

A Globo divulgou nesta terça-feira (10) os quatro participantes da Casa de Vidro do Big Brother Brasil 23. O público vai escolher uma dupla – um homem e uma mulher – para entrar na casa do reality show. Uma das concorrentes é Giovanna Leão, de 25 anos.

A jovem é é natural de Campinas, São Paulo, mas mora atualmente no Rio de Janeiro. É empresária na área de produtos para beleza. Chegou a cursar Direito, mas trancou a faculdade e começou a trabalhar aos 16 anos, quando foi emancipada para fundar com os pais a empresa que até hoje é o sustento da família.

Aos 17 anos, os convenceu a morar no Rio com a perspectiva de impulsionar o empreendimento e conta ter conseguido melhorar a vida da família, apesar de ainda passarem por algumas dificuldades. Giovanna é gamer joga League Of Legends e já foi reconhecida por fãs por suas transmissões.

A paulista se define como forte, determinada e leal aos amigos. Considera-se explosiva e acelerada, e diz que gosta de ser o centro das atenções: “Quero participar do BBB para ser protagonista. Gosto dos holofotes e sei que tenho potencial para isso”. Afirma que sabe escutar o outro, mas gosta de se posicionar. Revela que não tolera falta de respeito:

“Não lido bem com pessoas arrogantes, que gritam muito ou que se fazem de sonsas”. Se entrar no BBB, diz que está disposta a competir e se entregar nas provas; é o tipo de candidata que se preparou física e mentalmente: entrou na academia para ganhar condicionamento e já está montando suas estratégias. Fazer parte do “clube da Luluzinha” e ser “planta” estão fora de seus planos.

Conquistar uma vaga no ‘Big Brother Brasil’ é para Giovanna uma chance de ajudar a família. “Uma pessoa que está praticamente falida, como eu, entra no programa para jogar, uma coisa que amo fazer. E com um prêmio que faria uma diferença absurda na minha vida, é o cenário perfeito”, avalia.

Aparência

Foto: Reprodução / Redes Sociais

Givanna revelou que sofria bullying na escola por causa da aparência. “Eu usava aparelho, óculos e nunca fui magrela. Já tive problemas seríssimos por questão de alimentação. Por isso que em toda a minha trajetória escolar eu tive pouquíssimos amigos”, disse ao Gshow.

Atualmente, a empresária diz que não mudaria mais nada no corpo, mas admite já ter feito procedimentos estéticos. ““Já fiz rinoplastia, preenchimento labial, lipo, lipo enxerto bumbum e coloquei dente de porcelana”

Leia mais sobre BBB no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias.