Brasil

Homem suspeito de abusar de 47 mulheres é preso

Wellington Ribeiro da Silva assumiu seis dos casos; pena pode chegar a 600 anos de cadeia

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Um homem identificado como Wellington Ribeiro da Silva foi preso suspeito de cometer abuso sexuais em 47 mulheres no estado de Goiás. A Polícia Civil considera o suspeito como o maior estuprador em série do estado, de acordo com o G1 Goiás. Testes de DNA já atestaram que ele foi autor de 22 desses casos.

A polícia também informou ao G1 que Wellington começou a praticar os crimes no ano de 2008 e seis deles foram confessados pelo homem.

Foto: Divulgação/Polícia Civil

O suspeito chegou a ser preso após um caso ocorrido em 2011. Na ocasião, ele teria estuprado uma mulher e a filha dela, de apenas cinco meses. Transferido para o Mato Grosso, conseguiu fugir e voltou para Goiás e só foi detido no último dia 12 de setembro, na cidade de Aparecida de Goiânia.

“Ele é originário do Mato Grosso. Aos 22 anos ele chefiava uma organização que cometia assaltos e homicídios. Em uma chacina, ele matou a ex-mulher e dois filhos dela. Ele despreza a mulher, a considera um ser inferior. Ele filmava as vítimas após o estupro para que elas não denunciassem, abusou por duas vezes de mães e filhas”, afirmou ao G1 o delegado Carlos Leveger, um dos oficiais da força-tarefa de investigação dos casos.



Para cometer os abusos, Wellington abordava as vítimas com uma arma, roubava o celular delas, as colocava em uma moto e levava para um lugar distante para realizar os estupros. Ele não tirava o capacete durante os atos, para evitar ser identificado. A sentença do homem pode chegar a 600 anos de cadeia.