Brasil

Prédio residencial de sete andares desaba em Fortaleza

Segundo o Corpo de Bombeiros, até o momento, uma pessoa morreu e outras oito foram resgatas com vida do local

Agência O Globo
- Atualizada em

Um prédio de sete andares desabou na manhã desta terça-feira, em Fortaleza , no Ceará . O edifício Andrea estava localizado na esquina da Rua Tomás Acioli com a Rua Tibúrcio Cavalcante, no bairro Dionísio Torres. Segundo o Corpo de Bombeiros, até o momento, uma pessoa morreu e outras oito foram resgatas com vida do local.

— Começamos o resgate na parte mais alta do prédio, onde é mais fácil encontrar pessoas. Mas são muitas as camadas e não podemos usar escavadeiras porque isso poderia machucar quem está lá. Procuramos ouvir algum sinal sonoro que indique a presença de pessoas nos destroços. Esse trabalho pode demorar dias — disse Tenente Romário, assessor do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil do Ceará, em entrevista à "GloboNews".

Foto: Reprodução/SVM

Imagem do edifício antes do desabamento (Reprodução/Google Maps)

Foto: Reprodução


O desabamento ocorreu por volta das 10h30min. A estimativa é de que nove pessoas estejam sob os escombros. Ainda não se sabe quantos apartamentos havia por andar. Ao menos seis equipes do Corpo de Bombeiros estão no local, além de viaturas da Polícia Militar e de agentes da Defesa Civil. As equipes de resgate têm o auxílio de cães farejadores , drones e uma plataforma mecânica que possibilita uma visão elevada para fazer as buscas.

A Secretaria Municipal da Saúde de Fortaleza informou, em nota, que instalou um comitê de crise para atender as vítimas.

— Eu estava em casa. Há 30 minutos ouvi um barulho forte. Como se fosse uma batida de caminhão, coisa do tipo. Em seguida ouvi um barulho desencadeado. Eu disse: não. Caiu alguma coisa. Desabou alguma coisa. Olhei pela janela e vi poeira muito forte e gente correndo —  disse Mário Ferreira, morador da região, ao "G1".

O Corpo de Bombeiros pediu para que todos os moradores da região deixem suas residências, pois há risco de explosões devido a um possível vazamentos de gás, além do risco de choque elétrico por conta de cabos de energia espalhados pela rua.

— Uma loja ao lado do prédio foi afetada. Do outro lado há uma residência que aparentemente não sofreu danos, mas é só aparência. Vamos precisar de uma vistoria — ressaltou o Tenente Romário.

O governador do Ceará, Camilo Santana, cancelou agenda que cumpriria em Brasília e vai retornar ao estado para acompanhar o trabalho de resgate no local.