Polícia Civil cumpre mandados contra ex-deputado Valdevan Noventa


Foto: Reprodução/Instagram

A Polícia Civil de São Paulo realiza uma operação hoje (20) que investiga crimes que teriam sido praticados por integrantes do Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo (SindMotoristas). Um dos focos da ação, segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, é o ex-deputado federal Valdevan Noventa, ex-presidente do sindicato.

De acordo com as investigações, que integram a segunda fase da Operação Chapelier, o ex-deputado teria provocado prejuízos aos trabalhadores sindicalizados e à sociedade paulistana que somam R$ 100 milhões por ano.

A operação investiga crimes como ameaça, extorsão, apropriação indébita, lavagem de dinheiro e ocultação de bens e capitais. Estão sendo cumpridos sete mandados de busca e de apreensão contra o ex-deputado.

A operação conta com apoio da polícia de Sergipe e acontece nas cidades de Aracaju, Umbaúba, Arauá e Estância; além de Sorocaba, no interior paulista.

O SindMotoristas, por meio de nota, informou que “respeita e se coloca à disposição das autoridades para quaisquer atos que se fizerem necessários ao inquérito policial” e que já afastou os membros da diretoria que foram citados na operação até que a investigação seja concluída.

“De modo preliminar, a entidade esclarece que tratam-se de apontamentos de eventuais indícios de um inquérito ainda em curso, o qual nem mesmo os investigados e seus advogados tiveram total acesso aos autos”, diz a nota.

Agência Brasil não conseguiu contato com o ex-deputado.

Leia mais sobre Brasil no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias.