Quer conhecer o 'Mickey'? Veja dicas de viagem para Orlando


Foto: Acervo Erick Issa

Viajar até a terra do Mickey é o sonho de muita gente, independente da idade. A cidade de Orlando – localizada na Flórida – fica nos Estados Unidos, e é o destino preferido para quem gosta de se divertir nos famosos parques. O lugar também é um dos queridinhos dos brasileiros que gostam de ir às compras nos famosos outlets americanos.

O primeiro passo é planejar sua viagem. Com o real desvalorizado, ir até a Disney não é tão barato como já foi em anos anteriores. Mas ainda assim, fazer essa viagem não é um sonho impossível. É comum achar boas promoções de passagens saindo de vários estados do Brasil para cidades da Flórida como Miami, Fort Lauderdale e a própria Orlando.

A vantagem de Orlando é a quantidade de hotéis muito mais baratos, que às suas cidades vizinhas. Se hospedar por aqui é muito mais vantajoso financeiramente, além do fato de não precisar se preocupar com o deslocamento entre as cidades, o que seria o caso daqueles que optam por chegar por Miami ou Fort Lauderdale. Outra grande vantagem é que a maioria dos hotéis em Orlando oferecem transfer gratuito para os parques. É importante consultar se é o caso do seu hotel.

Erick Issa em um dos parques de Orlando (Foto: Acervo Erick Issa)

Você precisa saber que Orlando é muito mais do que a Disney. Há diversos parques espalhados pela cidade que não necessariamente pertencem ao grupo. Os dois parques da Universal, por exemplo, são incríveis e não pertencem ao conglomerado do famoso ratinho. Há ainda parques do grupo Sea World, como o que leva esse mesmo nome e o Busch Gardens, que fica na cidade de Tampa. Para esse parque, a empresa oferece ônibus gratuito saindo de alguns pontos de Orlando.

Ficou na dúvida sobre quais parques visitar? Fique tranquilo. Isso é normal! Não dá para conhecer tudo de vez, porque é comum faltar tempo, dinheiro ou os dois. Na minha opinião, os parques da Disney, que são o Magic Kingdom, Animal Kingdom, Epcot e Hollywood Studios, são mais recomendáveis a famílias com crianças e adolescentes e àqueles apaixonados pela magia da Disney. Os parques da Universal, com seus simuladores incríveis, são os meus preferidos. Cada brinquedo é uma descoberta e uma sensação especial. Já os parques Sea World e Busch Gardens contam com boas montanhas russas e atrativos do mundo animal. Há ainda diversos parques aquáticos, mas esses não funcionam em todos os períodos do ano, afinal em alguns meses a cidade tem temperaturas baixas. 

Os preços variam. Os mais caros são da Universal. Por isso, é importante ter um planejamento. Lembrando que comprar na bilheteria pode sair mais caro. É recomendável fazer a compra antes pela internet. Se comprar no site oficial pagará em dólar e estará sujeito à cotação cobrada pelo cartão, somando ainda o IOF e o fato de não ter como parcelar o valor. Caso queira pagar em reais e parcelar o valor dos ingressos, é importante buscar uma agência brasileira ou os famosos sites nacionais que revendem hotéis, passeios e pacotes. Eles também trabalham com ingressos para os atrativos da Disney. É o caso, por exemplo, de Hurb e Decolar. 

Personagem do filme ‘Avatar’ (Foto: Acervo Erick Issa)

Outra boa pedida é o Icon Park, onde fica a famosa roda gigante da cidade. É neste complexo que estão atrações como o Museu de Cera, o Aquário de Orlando e o novo Sling Shot, que lança os visitantes para cima em alta velocidade. Essa atração ficou famosa entre os brasileiros após a atriz Bruna Marquezine e sua amiga Sasha viralizarem em vídeo gravado das suas experiências neste brinquedo. Nesta região também estão bons restaurantes e outras atrações, que podem agradar dos visitantes mais jovens até os mais receosos quando o assunto é aventura.

Mas só tem isso para fazer em Orlando? É claro que não! Embora a cidade seja o paraíso para os amantes de parques temáticos, nos seus arredores também é possível curtir outras coisas. Uma das principais é a visita ao Kennedy Space Center – centro espacial da NASA. O local fica a 80Km de Orlando, em Cabo Canaveral. E aí, que tal explorar o espaço como se fosse um astronauta? 

Onde ficar 
Como disse no início desse texto, se hospedar em Orlando é bem mais barato que em outras cidades americanas. Recomendo que procure hospedagem nos arredores da principal via da cidade, International Drive. Se hospedando nessa região, você estará perto de tudo e terá a vida facilitada na hora de se locomover para parques, outlets, mercados, restaurantes e outros.

Há opções de hospedagem ainda mais acessíveis na região de Kissimmee. Por conta da distância, acho que não compensa pagar menos para estar numa região mais afastada. De qualquer forma, tudo vai depender do seu orçamento e do seu roteiro.

Praticamente todos os hotéis de Orlando oferecem estacionamento gratuito, o que é uma vantagem para quem vai alugar carro. Os prédios costumam ser bem equipados, com piscina, academia, dentre outras coisas. Pesquise antes e veja quais são as suas necessidades antes de escolher. E lembre de fechar a hospedagem com um desses sites brasileiros. Desta forma, você pagará em reais e poderá dividir o valor em algumas vezes sem juros. Fique atento a isso, porque mesmo o booking ou o hotéis.com possuem opções que são cobradas em dólar ou que devem ser pagar diretamente ao hotel, o que pode comprometer seu orçamento, tendo em vista a cotação do dólar. Esta última viagem, acabei reservando pelo Hurb, que me permitiu pagar em reais e parcelar. Também já fiz reservas assim pelo Decolar, Expedia, Smiles e o próprio hotéis.com. 

Desta vez me hospedei no Rosen Inn International, que fica na International Drive, super bem localizado. Cuidado para não confundir, porque esses hotéis de redes têm várias unidades na mesma cidade, mudando apenas o endereço. O Quality Inn situado ao lado do Icon Park também pode ser uma opção para você. A depender da época do ano, se o preço estiver acessível, recomendaria ainda o StaySky Suítes. 

Opções de lazer não irão faltar (Foto: Acervo Erick Issa)

Como se locomover
Diferente de cidades como Nova York e Los Angeles, que têm um eficiente sistema de transporte público, Orlando não conta com metrô. Por aqui, pegar ônibus também pode ser uma odisseia. Uber e similares não são vantajosos para brasileiros, afinal o dólar não está nada amigável aos nossos bolsos. A melhor opção para quem viaja a Orlando é alugar um carro. É muito fácil dirigir na cidade, além do preço não ficar tão alto quando se viaja em grupo. É possível alugar o carro ainda no Brasil, em sites especializados que cobram em reais. Outra vantagem é o preço do combustível, que é bem mais acessível quando comparado aos postos do nosso país. 

Onde comer
Opções de lugares para comer não vão faltar. Brasileiros gostam muito de visitar o Camila’s, que é um pedacinho do Brasil na terra do Mickey. Esse restaurante brasileiro funciona no esquema buffet livre. Você pode repetir quantas vezes quiser. A sobremesa também é liberada. Tudo isso por um preço único.

Quem viaja aos Estados Unidos, também não pode deixar de comer os famosos hambúrgueres. Além dos já conhecidos Mc Donalds e Burger King, você pode provar um sanduíche do Wendy’s e do Popeyes. A Pizza Hut é outra boa pedida. Não me perguntem qual a diferença, mas a pizza feita nas lojas americanas são ainda mais saborosas das que já conhecemos e comemos no Brasil.

Para quem gosta de comida italiana, o Sbarro é um famoso restaurante que pode ser encontrado em diversos pontos da cidade, inclusive nos outlets. Nele, você pode pedir um macarrão, uma pizza ou outras iguarias da culinária italiana. E não esqueça de tomar um café da manhã no conhecido Dunkin Donuts. Há várias opções para os visitantes mais apaixonados por Donuts. 

Alimentação é variada nos Estados Unidos (Foto: Acervo Erick Issa)

Compras 
Quando falamos em viagem aos Estados Unidos, muita gente pensa logo nos famosos outlets. É fato que esse sempre foi um dos destinos preferidos dos brasileiros quando o assunto é compras. Atualmente, com o dólar alto, as compras não são tão vantajosas como antigamente, mas ainda assim é possível conseguir alguns itens muito mais baratos que no Brasil. Você só precisa se atentar à cota de compras no exterior, que atualmente é de 1000 dólares por passageiro. Outro fator a estar atento é o limite de peso da sua bagagem.

Se for viajar para os Estados Unidos, não esqueça de visitar lojas queridinhas dos brasileiros. A Ross é uma delas. Nesta loja você pode encontrar roupas para ambos os sexos por preços bem abaixo do normal. Também é possível achar outros produtos para a casa e para o dia a dia. Neste mesmo esquema você pode encontrar produtos similares na Marshalls e na TJ Maxx.

Uma loja conhecida é a Five Below, onde todos os produtos custam de 5 dólares para baixo. É uma verdadeira loucura! Você pode encontrar vários artigos, desde camisas, capa para celular, brinquedos, chocolates, dentre outros itens. Tudo isso por menos de 5 dólares. Achou barato? Experimente conhecer a Dólar Three. Nesta loja, absolutamente todos os produtos custam 1,25 dólar. Como ela parece mais um mercado, você poderá encontrar alimentos, bebidas, artigos de limpeza, óculos, chocolates, biscoitos, dentre outros, por pouco mais de 1 dólar. 

Outlets são lugares mais buscados pelos brasileiros (Foto: Acervo Erick Issa)

Outra opção para boas compras são as grandes redes de hipermercados, como Target e Walmart. Em ambas as lojas, você encontrará todo tipo de produto, podendo encontrar boas oportunidades de compras quando comparar os preços com os praticados no Brasil. Essas lojas também vendem eletrônicos, mas caso queira visitar uma loja especializada no tema, sugiro que procure uma Best Buy.

Óbvio, como não podia deixar de ser, recomendamos que visitem os outlets e shoppings da cidade. Você vai encontrar centenas de lojas em um só lugar, podendo explorar durante todo o dia, comprando aquilo que lhe parecer uma boa oportunidade. Não deixe de visitar o Flórida Mall, o Millenia e o Outlet Premium. Você vai encontrar todas as lojas mais famosas e até mesmo algumas que você pode não conhecer, mas que serão uma grata surpresa por conta dos bons preços.

Eu gosto de explorar de tudo, mas como o precinho é minha prioridade, gosto de visitar lojas como Forever 21, Old Navy e H&M. Também é possível encontrar lojas da Nike, Adidas, Calvin Kley, Tommy, Vans e muitas outras. Ah! A cidade conta com duas grandes lojas da Apple, caso seu objetivo seja comprar um iPhone, um iPad, um Apple Watch ou até mesmo aquele acessório. A loja mais concorrida fica no Flórida Mall. A unidade localizada no Millenia costuma ser bem mais vazia.  

Erick Issa*
Gostou das dicas? Já conhece ou planeja conhecer esse lugar? Siga o Instagram @issabordo para mais dicas de viagens e venha me contar suas experiências. Também é possível encontrar mais dicas no www.issabordo.com.br. 

Leia mais sobre Turismo no ibahia.com