Bahia

Celulares da Bahia começam a operar com nove dígitos hoje

O objetivo da mudança, segundo a Anatel, é atender à crescente demanda pelo serviço móvel

Redação Correio 24H*
- Atualizada em

Começa a vigorar hoje a determinação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) de que todo os telefones móveis da Bahia, assim como Sergipe e Minas Gerais, terão que acrescentar o 9 aos seus números. A medida deve atingir todo o Brasil até o final de 2016. Na Bahia, a  mudança vai mexer com 18,69 milhões de linhas, que deverão adotar o novo formato: 9xxxx-xxxx.

Para quem tem smartphone, já estão disponíveis vários aplicativos gratuitos para atualizar a agenda. Mas quem tem um celular antigo vai ter que atualizar a agenda  manualmente, acrescentando o 9 no início de todos os contatos. As quatro operadoras anunciaram que já possuem apps próprios e gratuitos para fazer a edição dos contatos. Ao entrar na loja virtual no seu smartphone (App Store, para sistema iOS, e Google Play, para Android), basta digitar o “nome da operadora” + “9º dígito” e encontrar o aplicativo disponível.

Há, porém, a possibilidade do usuário utilizar apps independentes. Quem não conseguir atualizar a tempo todos os contatos pode se tranquilizar porque as ligações com 8 dígitos ainda serão completadas normalmente até dia 20. Gradualmente, porém,  de 21 de outubro de 2015 até 18 de janeiro de 2016, o usuário receberá mensagens com orientações sobre a nova forma de discagem.

Foto: Reprodução

Depois desse período, as chamadas com 8 dígitos não serão mais completadas nem as mensagens SMS e MMS serão enviadas se forem usados 8 dígitos. Na Bahia, são 122,94 linhas móveis para cada 100 pessoas. Ou seja, há mais celulares do que habitantes. Das mais de 18 milhões de linhas ativas na Bahia, a operadora Claro tem 29,48% delas. Já as linhas da Vivo representam 25,51% dos telefones. As linhas Oi são 22,60% do total de números de celulares e as da TIM representam 22,39% dos contatos de telefonia móvel. 

O objetivo da mudança, segundo a Anatel, é atender à crescente demanda pelo serviço móvel. Dessa forma, digitar o número 9 à frente dos celulares permite que as operadoras tenham mais opções de combinações. “Caso a Anatel não tomasse essa medida, a população poderia não ter mais novas linhas para adquirir”, diz o gerente regional da Anatel - Bahia e Sergipe, Hermano Barros. A agência alerta que não haverá mudança para telefones fixos.

Quem usa WhatsApp não precisa reinstalar ou fazer qualquer alteração no aplicativo por causa do nono dígito. “Você não precisará fazer nada. Faremos todos os ajustes necessários em nosso sistema para que você possa continuar a usar o WhatsApp sem a necessidade de criar uma nova conta, simplesmente conectando seu número novo à sua conta antiga”, informa o app em seu site. “Em alguns casos, é possível que você veja duas entradas de conversas diferentes para um mesmo contato”, alerta a empresa. Usuários que já incluíram o nono dígito reclamam que o app apresenta problemas na migração, como lista de contatos desatualizada e histórico antigo de conversas que não está sendo associado aos contatos com o número novo.


Correio24horas